Veja aplicativos alternativos para enfrentar o "bloqueio" do WhatsApp

O Correio selecionou alguns serviços similares (e gratuitos!) para usar durante as 48h em que o aplicativo pode ficar fora do ar

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/12/2015 19:02 / atualizado em 16/12/2015 19:21

Com mais de 900 milhões de usuários em todo o mundo, o WhatsApp sempre causa uma grande comoção quando apresenta instabilidade ou fica fora do ar. Com a decisão da Justiça de São Paulo de bloquear o aplicativo por 48h, a partir das 0h desta quinta-feira (16/12), muita gente se desesperou e não sabe como vai fazer para se manter em contato com os amigos e a família.

Pensando nisso, o Correio selecionou alguns serviços similares (e gratuitos!) para ajudar os leitores a enfrentar esses dois (longos) dias.

Telegram
Atualmente é um dos mais utilizados pelos brasileiros. Com foco em segurança, é possível abrir chats "secretos", trocar imagens e vídeos.

Apple Store/Reprodução


Viber
Outro aplicativo largamente utilizado por brasileiros. Além de permitir que os usuários compartilhem mensagens instantâneas através de conexão com a internet, é possível realizar chamadas de voz e se conectar ao aplicativo através do seu desktop. Funciona no Windows, iOs, Android, Windows Phone, BlackBerry, Bada e smartphones Nokia.

Apple Store/Reprodução


Signal
O forte do aplicativo é a segurança. O próprio Edward Snowden já disse que este é o seu programa favorito de comunicação, já que as mensagens são criptografadas antes mesmo de sair do seu telefone.


Apple Store/Reprodução

 

WeChat
Com o WeChat você pode realizar chats de voz e vídeo e enviar mensagens. Além dos contatos da sua agenda telefônica, também é possível se conectar com pessoas que estão próximas a você, ou em outros lugares do planeta, dispostas a fazer novos amigos através do serviço. Disponível para iOs, Android, Symbian, S40, Windows Phone e BlackBerry.

Apple Store/Reprodução


Kik

O Kik é um serviço de mensagens com um browser integrado. É possível, por exemplo, pesquisar fotos de memes e digitar seu próprio texto, tudo dentro do aplicativo. Disponível para iOs, Android, Windows Phone, smartphones Nokia e Blackberry.

Apple Store/Reprodução

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.