Apple anuncia primeira queda trimestral de vendas do iPhone

O diretor-geral da Apple, Tim Cook, disse em janeiro que esperava por esse recuo, que veio acompanhado de resultados decepcionantes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/04/2016 22:25

AFP / DON EMMERT
 

 

A Apple anunciou nessa terça-feira uma queda de 16% das vendas trimestrais do iPhone, a primeira desde seu lançamento no mercado, há 9 anos.

A Apple vendeu 51,19 milhões de iPhones no segundo trimestre de seu exercício (janeiro-março), durante o qual seu lucro líquido também caiu 22%, a 10,5 bilhões de dólares e seu volume de negócios caiu 13%, a 50,6 bilhões.

A redução das vendas dos iPhone era esperada. O diretor-geral da Apple, Tim Cook, disse em janeiro que esperava por esse recuo, que veio acompanhado de resultados decepcionantes.

O lucro líquido caiu 22%, a 10,5 bilhões de dólares e seu volume de negócios, 13%, a US$ 50,6 bilhões.

Segundo Charlie Bilello, analista da Pension Partners, essa é a primeira queda desde o primeiro trimestre de 2003.

O panorama não é favorável ao trimestre atual pois a Apple prevê um volume de negócios entre 41 e 43 bilhões de dólares; uma quantidade bem menor do que os 47 bilhões estimado pelos analistas do mercado.

O anúncio de uma ampliação de 50 bilhões de dólares em lucros aos acionistas através de dividendos e compras de ações, não foi suficiente para impedir a queda da ação da Apple, que às 21H00 GMT (18H00 horário de Brasília) caía 7% nos intercâmbios eletrônicos posteriores ao fechamento do mercado.

A desaceleração nas vendas do iPhone, que se soma à queda de 19% das vendas anuais do iPad, a 10,25 milhões de unidades, demonstra a importância da diversificação da Apple.

Essa diversificação começou com o Apple Watch, seu primeiro lançamento desde o iPad. Atualmente especula-se que a Apple prepara produtos para usar no carro.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.