Pesquisadores apresentam primeiro projeto de computador quântico

"Este projeto criou pela primeira vez um plano de construção para montar uma máquina que funciona, e não se trata de um novo artigo acadêmico", disse um professor da Universidade de Sussex

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/02/2017 14:37

Uma equipe internacional de pesquisadores apresentou um primeiro projeto de criação de um computador quântico capaz de resolver problemas complexos e mistérios do cosmos que exigiriam milhões de anos aos computadores atuais mais potentes.

Há muito tempo se sabe que os computadores quânticos terão capacidade ilimitada de revolucionar a informática, a ciência e o comércio em uma escala comparável à da invenção dos computadores comuns na década de 1940, explicam os pesquisadores em seu trabalho, publicado na revista científica americana Science Advances.

"Este projeto criou pela primeira vez um plano de construção para montar uma máquina que funciona, e não se trata de um novo artigo acadêmico", disse à AFP Winfried Hensinger, professor da Universidade de Sussex, no Reino Unido, que dirigiu o projeto. 

A equipe de pesquisadores construirá, nos próximos dois anos, um pequeno protótipo que integra todas as tecnologias para provar a validade do conceito. 

Mas o equipamento em tamanho real, que provavelmente ocupará um grande edifício, não estará pronto no curto prazo, dada a complexidade de uma máquina deste tipo, reconhece Hensinger. 

A enorme máquina será dotada de um sofisticado sistema de vácuo e de módulos com microprocessadores quânticos de silício, que conterão partículas alimentadas por campos elétricos.
 

Um computador deste tipo se baseia nas propriedades quânticas da matéria, segundo as quais uma partícula elementar pode ter diferentes estados simultaneamente, que passam de um a outro dando "saltos", e não de forma contínua. 

Estas características oferecem um potencial de cálculo muito maior que os computadores atuais, que utilizam um sistema binário 0-1. 

Para o futuro computador quântico, os pesquisadores propõem a criação de campos elétricos para as conexões, em vez de fibras óticas. 

Esta nova abordagem permite uma circulação das partículas carregadas eletricamente 100.000 vezes mais rápida entre os diferentes módulos da máquina em comparação com a tecnologia de fibra ótica que utiliza a luz, asseguram os cientistas.

O projeto é parte de um programa do governo britânico para desenvolver tecnologias quânticas a fim de permitir sua exploração industrial. 

É realizado pela equipe da Universidade de Sussex, que trabalha com o Google, a Universidade de Aarhus, da Dinamarca, o Instituto de Pesquisa RIKEN, do Japão, e a Universidade de Siegen, da Alemanha. 

"Este trabalho representa um passo importante em direção à construção de um computador quântico", disse Toby Cubitt, membro da Sociedade Real de Pesquisa sobre a teoria quântica da informação na Universidade College de Londres, que não participou no projeto. 

"Mas o caminho a percorrer ainda é longo", acrescentou.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.