Para viver a Paixão: as cidades mais conhecidas pela encenação cristã

Comemorada em diversos países, a Páscoa - passagem ou pessach, em hebraico - é um período especial para os cristãos. No Brasil, é mantida a tradição de encenar os últimos dias de Jesus de Nazaré em espetáculos teatrais a céu aberto, que atraem milhares de fiéis

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/03/2015 17:20 / atualizado em 25/03/2015 18:11

Laisa Queiroz /

Secretaria de Turismo/Divulgação

A semana santa é uma das datas mais importantes do calendário cristão. É o período que relembra os últimos momentos de Jesus na Terra, começando pela chegada a Jerusalém no domingo, passando pela última ceia, a traição de Judas, a prisão e o julgamento feito pelos romanos, a tortura na via-sacra, a crucificação e morte e, por fim, a ressurreição, como conta a Bíblia.
O cinema já narrou a história em diversos filmes, sendo a versão do diretor e ator Mel Gibson, A Paixão (de 2004), uma das mais polêmicas, pois mostra as últimas 12 horas de Cristo narradas no Novo Testamento e não poupa as cenas violentas que causaram tanto sofrimento ao filho de Deus. No Brasil, um dos maiores países católicos do mundo, peças teatrais são encenadas de norte a sul durante a Páscoa, reunindo turistas e fiéis. Confira, abaixo, onde assistir as principais homenagens.


Nova Jerusalém (PE)
Trata-se da maior e mais sofisticada representação da Paixão de Cristo no país. Realizada desde 1968, a cidade cenográfica que simula Jerusalém de 2 mil anos atrás e foi construída especialmente para o espetáculo e já atraiu mais de 3 milhões de espectadores.


Neste ano, os turistas terão a oportunidade de participar da dramatização como personagens da história de Jesus, contracenando com atores conhecidos, entre eles, Igor Rickli, Paloma Bernardi, Humberto Martins e Thaíz Schitt. Essa experiência está disponível para os hóspedes da Pousada da Paixão, instalada dentro da cidade-teatro; e para quem adquirir o pacote Turista Interativo, que dá direito a dois dias e duas noites, com pensão completa e participação no espetáculo como figurante. Além disso, os visitantes recebem uma credencial especial que dá acesso durante o dia aos mesmos ambientes frequentados pelos atores e podem ir a um coquetel com o elenco.

DAvi Sacer/Divulgação

Ainda há vagas disponíveis para os períodos de 28 a 30 de março; 30 de março a 1º de abril; e 1º a 3 de abril. Os pacotes custam a partir de R$ 2.806 por casal, incluindo traslado de Recife até Nova Jerusalém (cerca de 180km). Mais informações são obtidas pelo telefone: (81) 3732-1574.


Para quem quer apenas assistir, os ingressos podem ser adquiridos pelo site novajerusalem2015.com.br por a partir de R$ 40 a meia e R$ 80 a inteira (o preço varia conforme o dia). As apresentações ocorrem às 18h, de 28 de março a 4 de abril.

 

João Pessoa (PB)
A encenação paraibana tem uma particularidade: não segue a ordem cronológica dos fatos. Mostra Jesus, segundos antes da morte, tendo flashbacks da vida que levou antes de chegar à cruz. A peça Autos de Deus é feita pela Cenarium Produções Artísticas e conta com aproximadamente 80 voluntários. O espetáculo deste ano tem novas cenas e será apresentado na Praça Estudante Orlando Geisel, em 28 e 29 de março, às 20h. A entrada é gratuita

 

Cenarium Produções/Divulgação

Maringá (PR)
Em 1º e 3 de abril, a encenação ocorre na Praça da Catedral Metropolitana Menor Nossa Senhora da Glória. A maior apresentação cultural da cidade, que existe desde 2004, espera receber ao menos 60 mil espectadores neste ano.


Aracaju (SE)
Em Sergipe, os evangélicos realizam a 18ª edição do Sermão do Monte, em 3 e 4 de abril, na Praça de Eventos da Orla de Atalaia, a partir das 17h. O evento gratuito faz parte do calendário oficial do estado na semana santa e, neste ano, o tema escolhido foi Ampliando os sonhos. Estão na programação os cantores David Sacer, Nani Azevedo, Laressa Abreu (MPB gospel), Lucas Abreu (pop/rock), além de grupos de dança, do coral Quadrangular, da pregação do pastor Luiz Antônio, da Igreja do Evangelho Quadrangular de Sergipe (organizadora doespetáculo) e, claro, da encenação da Paixão.


Trindade (GO)
A GO-060, que liga Goiânia a Trindade (a 227km de Brasília), em Goiás, é conhecida como Rodovia dos Romeiros, devido à quantidade de fiéis que caminham pelo trecho, fazendo orações. Ali, há sete painéis que retratam a Paixão de Cristo. Em 3 de abril, a programação na cidade é vasta. A partir das 7h, começa a Grande Caminhada da Fé com o Grupo Desencanto, que encena a vida e a morte de Jesus, seguindo os painéis. Na Igreja Matriz e no Santuário Basílica, há missas, via sacra e procissão. Confira a programação, que começa já no Domingo de Ramos, em www.paieterno.com.br.


Grupo Desencanto/Divulgação

São João Nepomuceno (MG)
Aqui, a encenação é encabeçada pela Cia.de Teatro Novos Horizontes, e vai ocorrer em 3 de abril, a partir das 19h, ao lado da Igreja Matriz, na Praça da Bandeira. Mais de 100 pessoas estão envolvidas na produção, que dura duas horas e narra a vida adulta de Jesus, desde o batizado por João Batista até os milagres e a crucificação. A representação na cidade mineira é conhecida por sempre emocionar o público.


Araxá (MG)

A tradicional encenação mineira vai se modernizar em 2015. Responsável pelas novidades, a companha de teatro Fratelo decidiu aproximar a história de Jesus do público brasileiro, usando, especialmente, elementos nordestinos. A linguagem é mais coloquial (inclusive com sotaques) do que a da Bíblia, mais rebuscada. O figurino inova com Jesus usando uma manta de retalhos. A trilha sonora é inspirada no forró e no baião. Além disso, a presença de palhaços dará um toque de humor. A encenação vai de 30 de março a 3 de abril, no Teatro Municipal de Araxá.



Santana de Parnaíba (SP)
Todos os anos, a apresentação gratuita ocorre às margens do rio Tietê, na Barragem Edgard de Souza, situada no Km 40 da Estrada dos Romeiros. O espaço cenográfico é de 15 mil m² ao ar livre. O Drama da Paixão, sob a direção de Edimilson Andrade, conta com 120 atores e mais de 800 figurantes, além de fogos e computação gráfica para dar emoção às cenas mais tocantes. Neste ano, o espetáculo de quase duas horas se dá em 2, 3 e 4 de abril, às 20h30. A prefeitura pede apenas a doação de um quilo de alimento não perecível.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.