Ranking

Nova York ganha a preferência dos brasileiros em viagens de férias

Dados de pesquisa exclusiva ViajaNet mostram que a cidade lidera o ranking de destinos internacionais mais buscados neste inverno

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 01/09/2015 19:13 / atualizado em 25/09/2015 15:08

Apesar da crise, os brasileiros não deixaram de viajar, principalmente aqueles que estavam com viagens marcadas — e pagas — no período das férias escolares, que coincide com o verão no hemisfério norte. De acordo com uma pesquisa da agência de viagens online, nos meses de junho e julho, a Big Apple chegou ao primeiro lugar, tomando de Miami o posto de líder na preferência dos brasileiros. “Nesta temporada a procura por NY subiu e surpreendentemente a cidade ultrapassou Miami na procura de voos saindo de São Paulo”, afirmou o executivo do ViajaNet, Gustavo Mariotto.

As altas temperaturas no período do meio do ano atraem os turistas, que encontram uma vasta programação de lazer e cultura. A presença brasileira é tão marcante que já é comum se ouvir o idioma nas ruas, lojas, restaurantes e principalmente pontos turísticos. No Museu de História Natural, por exemplo, Há um folder do mapa do prédio com tradução em português, e a Biblioteca Municipal terá um tour gratuito em áudio com explicações em português até o meio do ano que vem. Atualmente o serviço é oferecido em inglês e espanhol.


O comércio americano tem se preparado especialmente para atender o turista que fala português, contratando funcionários que saibam o idioma. No caso das lojas de roupas, principalmente nas de departamento, como a Macy’s,é possível encontrar tabelas de conversão de medidas, que facilitam a procura pelo tamanho ideal.


“Todas essas facilidades e adaptações são fatores que contribuem para o brasileiro se sentir bem em Nova York e acredito que o número de turismo do país que optam pela cidade deve continuar a subir, até porque o Brasil está com uma boa relação com os Estados Unidos e o acesso do brasileiro está mais fácil”, lembrou Mariotto, que ainda destacou promoções exclusivas para a cidade e preços baixos como fatores que também contribuíram para o aumento na venda de passagens aéreas para Nova York.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.