SERVIÇO

Aproveite a viagem com segurança: confira dicas para evitar dores de cabeça

Adote cuidados, do embarque ao aeroporto, passando pelo hotel e durante os passeios para evitar roubos, furtos e outros problemas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/01/2016 09:00 / atualizado em 19/01/2016 13:51

Lucas Pacífico/CB/D.A Press
Está se preparando para a viagem no começo do ano ou então para aproveitar o recesso do carnaval fora de Brasília? Então, fique atento e, assim que chegar ao destino, não baixe a guarda para a sua insegurança. Ao menor descuido nas ruas, na praia, no caixa eletrônico, você pode tornar-se presa fácil de algum assaltante.

Os especialistas recomendam: os cuidados devem começar em locais onde menos se espera algum tipo de ocorrência. No aeroporto, por exemplo, tenha a bagagem e todos os pertences sempre à vista, para não enfrentar surpresas desagradáveis. Ao pegar o táxi e chegar no hotel, mantenha-se atento. No momento do check-in ou check-out, procure deixar sua mala com um funcionário ou coloque-a entre você e o balcão da recepção. Na hora das refeições, deixe a bolsa e os documentos no apartamento. Nada de se distrair com a carteira, o celular e outros pertences sobre a mesa ou a cadeira do restaurante, mesmo que seja o do hotel.

Sempre que deixar o hotel, o cuidado precisa ser redobrado. Evite, por exemplo, andar por ruas, calçadões e praças mal iluminadas ou muito tarde da noite, principalmente em locais desconhecidos.

Se for fazer um saque eletrônico, procure meios mais seguros, como se dirigir a um shopping, a um supermercado, a uma agência bancária ou a lugares mais movimentados. E lembre-se: evite carregar bolsas grandes para a praia ou abrir carteiras na frente de todo mundo. Sempre pode ter alguém mal-intencionado de olho no que você carrega.

Marcos Roberto Vicente, gerente de Projetos do Grupo GR, empresa da área de segurança, diz que toda viagem exige também planejamento. “Planeje e relaxe com mais segurança”, ressalta o especialista. Além de ficar atento a pequenos detalhes durante o passeio, ele diz que é importante deixar tudo organizado em casa para não chamar a atenção de bandidos.

Cuidado, por exemplo, com o acúmulo de correspondência nas caixinhas dos correios e também com luzes apagadas na residência. Isso pode despertar curiosidade, diz o especialista. “Se a pessoa tem assinaturas de jornais, deve suspender temporariamente. São sempre os detalhes que fazem a diferença, pois os criminosos agem ao menor descuido”, afirma Marcos Vicente. Confira outras dicas do especialista:

 

Fique atento:

 

NO HOTEL

Lucas Pacífico/CB/D.A Press

» No momento do check-in ou do check-out, deixe a sua bagagem com um funcionário ou coloque-a entre você e o balcão da recepção;

» Ao fazer suas refeições, prefira deixar seus pertences no apartamento. Se preferir, solicite que sejam guardados no bagageiro do hotel por algum funcionário enquanto você se alimenta com tranquilidade;

» Não deixe a sua carteira, o celular ou outros pertences sobre a mesa ou cadeira;

» Ao utilizar a área comum do hotel, mantenha seus pertences sob sua vigilância. Jamais os coloque ao lado ou atrás do seu assento, nem se distancie deles;

» No caso de receber visitas no quarto onde estiver hospedado, é imprescindível o preenchimento da ficha do visitante;

» Quando quiser sair, peça informações aos funcionários do hotel. Eles ajudarão com boas sugestões de passeios e restaurantes, bem localizados e seguros;

» Se estiver participando ou promovendo algum evento no hotel, estabeleça a utilização de crachás entre os participantes. Ao se ausentar da sala, certifique-se de que as portas ficarão fechadas. Antes e durante o evento, converse com o quadro de seguranças do hotel;

» Utilize o cofre colocado à disposição em seu quarto;

» Evite falar sobre assuntos importantes perto de pessoas estranhas, principalmente se a conversa envolver valores;

» Se fizer o check-out antes de efetivamente retornar ao local de origem, mantenha a bagagem no hotel e termine seus afazeres, e só então retorne para pegá-la antes de viajar.

 

EM LOCAIS PÚBLICOS

Lucas Pacífico/CB/D.A Press

» Evite andar por ruas, calçadões e praças mal iluminadas ou muito tarde da noite, pois esses são os pontos preferidos dos que se aproveitam das condições para atacar;

» Caso precise de informações, procure alguém autorizado ou dirija-se a um balcão;

» Não reaja durante um assalto. Mantenha-se calmo (a), por mais difícil que possa ser;

» Não saia com grandes quantias de dinheiro ou cartões se não houver necessidade;

» Não abra a carteira ou a bolsa na frente de estranhos;

» Não use os bolsos traseiros para carregar carteira ou dinheiro;

» Lembre-se de que o assaltante quer dinheiro ou objetos de valor e costuma atirar somente quando fica assustado ou acuado, principalmente diante da reação da vítima;

» Nunca demonstre que está procurando um endereço. Bandidos se aproveitam de quem está perdido ou desatento;

» Não ostente objetos de valor, como relógios, joias, pulseiras, celulares, tablets, colares etc;

» Ao perceber que está sendo seguido, entre em algum estabelecimento comercial, atravesse a rua ou peça ajuda a um policial;

» Ao sair sozinho, procure sempre ficar no centro da calçada e na direção contrária ao trânsito. Fica mais fácil perceber a aproximação de um veículo suspeito;

» Não deixe de comunicar a presença de pessoas suspeitas nas proximidades de sua casa ou local de trabalho.

DURANTE AS COMPRAS
Cristiano Gomes/CB/D.A Press

» Procure não ir sozinho às compras. Se possível, leve alguém para acompanhá-lo, é mais seguro;

» Nunca deixe sua bolsa ou compras em locais onde possam ser roubados (balcões, mesas, guichês etc.);

» Prefira pagar as suas contas com cartão ou cheque. Assim você não precisa portar grandes quantias em dinheiro;

» Procure não entrar em lojas muito cheias. Faça suas compras em horários de menor movimento;

» Evite carregar muitos pacotes para não ocupar as duas mãos;

» Nunca mostre dinheiro em lugares públicos, especialmente em bares, restaurantes, cinemas, lojas, barracas de camelôs etc;

» No caso de furto ou qualquer ocorrência policial, não perca tempo: comunique imediatamente à delegacia de polícia mais próxima da área.

EM CAIXAS ELETRÔNICOS
Lucas Pacífico/CB/D.A Press

» Não escolha a data de nascimento, nem repita o mesmo número várias vezes, como senha de seu cartão magnético;

» Não aceite ajuda de pessoas desconhecidas, que lhe ofereçam isenção de tarifas e outras vantagens financeiras;

» Quando precisar de ajuda no caixa eletrônico ou na agência bancária, dirija-se somente ao funcionário do banco. Não procure ajuda de estranhos;

» Ao sacar, coloque o dinheiro em vários bolsos;

» Prefira os caixas eletrônicos localizados em shoppings centers, dentro de agências bancárias e em ruas ou locais bem iluminados;

» Certifique-se de que não há alguém suspeito por perto, antes de entrar em um caixa eletrônico;

» Não guarde o cartão bancário e a senha no mesmo lugar e não os entregue a estranhos. O ideal é memorizar a senha;

» Evite fazer saques à noite;

» Mantenha o corpo próximo à máquina e cubra o teclado com as mãos, evitando que outras pessoas vejam as informações na tela, sua senha e o valor retirado;

» Verifique sempre se o equipamento está funcionando antes de inserir o seu cartão no caixa eletrônico.

 

Memória

Vítima da violência

Ocorrências de violência envolvendo turistas brasilienses não são incomuns. A vítima mais recente é o policial civil Antônio Robério de Oliveira, 50 anos. Ele passava férias com a família no Ceará, quando foi assassinado na véspera do réveillon, no município litorâneo de Beberibe.

O policial estava com a família em uma casa alugada para o descanso de fim de ano. Armado, um trio de criminosos anunciou o assalto. Em seguida, o agente lotado na 17ª Delegacia de Polícia- (Taguatinga Norte) teria tentado deter os agressores. Em resposta, os bandidos atiraram duas vezes contra o policial. O agente morreu ao dar entrada no hospital.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.