Passeie pelas três classes de um voo e veja contrastes básicos e luxuosos

Como é voar nas classes de um avião: econômica, executiva e primeira? Vale a pena pagar caro por uma noite de conforto? Mate a curiosidade e garanta seu bilhete

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/06/2016 10:00 / atualizado em 13/06/2016 12:29

 Shahram Sharifi/Wikimedia Commons

O luxo e a exclusividade da primeira classe estão presentes no imaginário de muitos viajantes. Poltronas espaçosas, alta tecnologia e cardápios assinados por chefs de renome despertam o interesse de quem viaja em aviões comuns, mas imagina atravessar a cortina que separa a classe econômica das demais. Entre os extremos, há a classe executiva. Oferecida por empresas que operam no Brasil, está disponível em voos internacionais — neles, a depender do destino escolhido, o passageiro pode ter acesso a qualquer uma das classes de serviço.

 

Viajar na primeira classe significa usufruir de uma série de benefícios, além de mimos e conforto. Para experimentar, é preciso embarcar em direção a cidades como Dubai, pela Emirates Airlines, por exemplo, companhia conhecida por suas instalações e serviços requintados. O preço do bilhete aéreo é proporcional à qualidade do serviço: check-in exclusivo, salas de espera com buffet, chuveiros e dormitório, além de prioridade no embarque.

 

No avião, poltronas espaçosas conversíveis em camas, TVs individuais e nécessaires com artigos de higiene de marcas famosas são alguns dos mimos. Há aviões com cabines privadas, bares e spas. Outra vantagem é o limite de transporte de bagagem: 40kg por passageiro ou duas malas.

 

Na medida

Um degrau acima da classe econômica nos quesitos tarifa e serviços prestados, a cena muda. Na classe mais básica, o passageiro encontra assentos reguláveis, mas pouco reclináveis, refeições em horários determinados e opções de entretenimento limitadas. Na classe executiva, as possibilidades vão além.

 

Tudo começa no momento da compra. Ao optar por essa tarifa, é possível trocar a data e o horário do embarque. Dentro da aeronave, o espaço das poltronas é maior, assim como a variedade de refeições, acesso a tecnologia e o limite de bagagem (30kg). Os passageiros têm direito a salões de espera exclusivos, além de milhagem extra e prioridade para embarcar.

 

 Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press

É possível saltar do básico ao intermediário sem gastar um centavo. Janaína Cunha, 19 anos, deu sorte. “No começo, achei estranho ver uma fila especial. Quando entrei no avião, o assento marcado no bilhete não existia. Fomos para a executiva”. Ao viajar para a Europa com uma amiga, em 2014, a universitária ganhou o chamado upgrade — quando a companhia faz a troca de classe de surpresa. Isso acontece por vários motivos. O mais comum é quando os assentos da classe econômica estão preenchidos e os passageiros precisam ser alocados em outros espaços.

 

“Fiquei muito feliz. Comida de avião não é muito boa. Lá, comi camarão”, lembra. As bebidas eram liberadas durante o voo e o entretenimento ficou por conta dos filmes. “Eram todos novos”, pontua. Depois de toda a experiência na classe executiva, o que ficou na memória foi uma boa noite de sono. “Pude dormir a madrugada inteira.”

 

Conforto do nariz à cauda

Além de pagar mais caro, quem deseja viver como um executivo por algumas horas tem de viajar para o exterior, pois o serviço é ofertado apenas em rotas internacionais. Uma alternativa é entrar em um voo para fora do Brasil e desembarcar em uma conexão aqui no país. Para pagar menos, a dica é optar por empresas famosas no mercado de voos domésticos e aproveitar as mordomias, que não ficam atrás das oferecidas por empresas internacionais. Compare:

 

» Latam

TAM/Divulgação

A Premium Business é a classe executiva da Latam, disponível em voos de longa distância para os Estados Unidos e para a Europa. Assim que embarcam, os passageiros recebem um kit com cosméticos Salvatore Ferragamo. Durante a viagem, eles têm direito a toalhas quentes, licores e chocolates. A tripulação é treinada para melhorar a experiência a bordo. Por exemplo: a entrega da refeição infantil é feita antes do serviço de bordo voltado aos adultos. Assim, os pais podem ter refeições mais tranquilas. Além disso, os pedidos são retirados no início do trajeto, para que o período de descanso dos passageiros não seja interrompido. O destaque do serviço é a carta de vinhos, selecionada pelo Master Sommelier Héctor Vergara. Os cardápios foram desenvolvidos por renomados chefs da América Latina, sob supervisão do chef Hugo Pantano.

 

» Azul

Azul/Divulgação

A empresa tem duas classes de serviço superiores. A Economy Xtra fica entre a econômica e a Xtra Business, executiva topo de linha. A principal vantagem da Economy Xtra é o espaço entre as poltronas — 86cm. A Xtra Business tem o que há de mais avançado em sistema de entretenimento na aviação, o Panasonic eX3. A ferramenta permite acessar até dois filmes ao mesmo tempo. Os passageiros recebem kit de amenidades e protetor auricular. As crianças não ficam de fora — ganham kit com revista de atividades, lápis para colorir, quebra-cabeça e adesivo. As refeições priorizam ingredientes brasileiros e variam a cada mês. A carta de vinhos, assinada pela loja on-line wine.com.br traz rótulos de Portugal, Itália, Chile e Argentina. Entre as duas classes, há um bar onde comidas e bebidas são liberadas durante todo o voo.

 

» GOL

GOL/Divulgação

Presente em todas as rotas internacionais desde março, a GOL Premium é a classe executiva da companhia. Quem opta por ela tem prioridade no check-in e no embarque. Outra vantagem é esperar pelo voo com acesso livre a uma sala VIP no aeroporto de Guarulhos (SP) ou em um lounge nos terminais de Santiago (Chile) e Buenos Aires (Argentina). Ao chegar à aeronave, o passageiro recebe um drink de boas-vindas e um kit com manta e travesseiro; em trajetos mais longos, o brinde é um kit de higiene. A privacidade se destaca: a poltrona do meio é bloqueada; logo, os assentos ficam a 86,3cm de distância um do outro. A empresa é parceira da tradicional vinícola Miolo. Dois rótulos especiais podem ser degustados: o tinto Miolo Seleção Tempranillo Touriga e o branco Miolo Seleção Chardonnay Viognier.

 

Informe-se

» Etiqueta da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) mede o espaço útil entre as poltronas dos aviões por categorias: A (mais de 73cm), B (de 71cm a 73cm), C (de 69cm a 71cm), D (de 67cm a 69cm) e E (menos de 67 cm).

» Aeronaves classificadas na categoria A recebem o Selo ANAC, que atesta o melhor espaço útil oferecido no mercado.

» A etiqueta está disponível às aeronaves desde 2011, mas o uso é facultativo.

Fonte: Resolução Anac nº135/2010

 

Faça as contas

» Quando o passageiro ou a companhia solicita troca de classe de serviço, de superior para inferior,  tem direito ao reembolso correspondente;

» Se a mudança for ao contrário (de inferior para superior), solicitada pela companhia, nenhuma diferença de preço é cobrada.

Fonte: Portaria nº 676/2000 (Anac)

 

Preço do conforto

As tarifas na primeira classe podem custar cinco vezes mais que as da classe econômica; e as executivas, o triplo das econômicas.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.