TERESÓPOLIS

Conheça as belezas e aventuras da região serrana do Rio de Janeiro

Vale a pena parar em algum mirante para observar a bela paisagem. No mais alto município do estado está o Dedo de Deus

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/09/2017 10:00

Alfredo Rebello/Flickr

 

Quem aprecia o ar das montanhas não pode deixar de visitar a microrregião serrana do estado do Rio de Janeiro, que inclui cidades como Teresópolis, Petrópolis e Nova Friburgo, entre outras. Localizada a 389 quilômetros de Belo Horizonte, a 75 quilômetros do Rio de Janeiro e a 479 quilômetros de São Paulo, Teresópolis é um município do Norte fluminense, o mais alto do estado. A população gira em torno de 175 mil habitantes. No inverno, a temperatura cai bastante, mas a média anual é de cerca de 19 graus. A cidade é cercada pela mata atlântica. Muito convidativa para um fim de semana a dois ou em família.

 

 


Mas, afinal, chegando a Teresópolis, a pergunta é: “Onde ficar e o que fazer?”. Ora, hotéis e pousadas não faltam no local. Assim, feito o check-in, #partiu. O que não falta no município, que lembra os Alpes suíços, é lugar bonito para ver, a começar pela deliciosa estrada de Petrópolis ou pelo Rio de Janeiro. Em ambas, a vista é maravilhosa, valendo a pena parar em algum mirante e ficar ali observando a linda paisagem. Entre tantos locais a serem visitados na gostosa Teresópolis, está o Parque Nacional da Serra dos Órgãos, que é muito convidativo.


Muito bonito e com fácil localização. O acesso para carros e estacionamentos dentro do parque possibilitam deixar o veículo mais próximo das várias trilhas disponíveis espalhadas pelo local. Uma boa opção é a trilha suspensa. Por ela consegue-se chegar bem próximo às copas das árvores. Imperdível também é o Mirante Dedo de Deus. As trilhas nos levam a paisagens maravilhosas, mostrando montanhas e cachoeiras, um passeio inesquecível.

Bola na rede 

 

Os amantes do futebol não podem deixar de ir até a Granja Comary, sede que pertence à CBF e onde a Seleção Brasileira se hospeda antes dos jogos. A entrada no condomínio é livre durante o dia para visitação. No local, além dos gramados dos campos de futebol, há os dormitórios dos jogadores e o escudo da CBF no morro. Há também uma lagoa artificial lindíssima, na qual se veem peixes, gansos e patos e ainda com uma vista para o pico Dedo de Deus. Não é permitido entrar na Granja, mas da rua principal do condomínio consegue-se ver os campos de treinamento, o escudo da CBF no morro e os dormitórios.

 

 Clube Comary/Divulgação
 


Para quem gosta de plantas, uma visita ao orquidário Arabotânica é indispensável. Trata-se de um local muito bonito, com área de produção de orquídeas e de vendas ao público. O lugar conta com várias espécies de flores. São suculentas, cactos e plantas ornamentais, principalmente as orquídeas. Há também várias mudas de outras plantas ornamentais e o legal é que não restringem o acesso do turista aos orquidários. No local se concentram várias barracas, onde se encontra de tudo em artesanato, comidas, bebidas e roupas. Local bem movimentado. A Feirarte é outro lugar para visitação e compras e bastante movimentando.

Mas não para por aí. Localizada no centro da cidade, a Matriz de Santa Tereza também deve ser visitada, pois faz parte da história de Teresópolis. Sua construção data da segunda metade do século 19. Simples e com um estilo gótico, tem uma bela arquitetura e está em bom estado de conservação. Não deixa de ser um local para visitação e orações. A praça em volta conta com barraquinhas e algumas esculturas interessantes.

Outro passeio interessante é a Fazenda Genève, pelo capricho das construções ao estilo europeu. O lugar conta com uma lojinha de artigos artesanais, cabras e um restaurante que tem um cardápio bem elaborado, tanto para o almoço quanto para o jantar. As hortas também são lindas. É um belo local para ir com as crianças. O passeio dentro da propriedade é muito bonito, pois é cercado de floresta. 


Uma chegada até a Pedra da Tartaruga também é indispensável, pois o lugar tem uma vista fenomenal, sendo ótimo pra trilheiro de fim de semana, porque o acesso é fácil e tranquilo. Porém, o preparo físico tem que estar em dia, pois pega-se uma boa subida. Lá tem opção de escalar, barraquinha para crianças, WC, área de camping e rapel, além de uma mesa para piquenique. O visual é lindo, vale a pena. A Pedra do Elefante é outro mirante que oferece ao visitante uma vista privilegiada da Serra dos Órgãos, com destaque para o pico Dedo de Deus. Sua trilha é um pouco íngreme, mas pode ser facilmente percorrida. Há dois obstáculos com cordas, mas que podem ser driblados com ajuda. Por estar fora do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, não há tarifas. Fica ao lado do Mirante do Soberbo.

 

XReservas/Flickr
 


Há ainda outros lugares legais para visitar, como o Mirante da Colina, Fonte Judith, Parc Magic, Sobrado Histórico José Franciso Lippi, Igreja de Santo Antônio de Paquequer, Mulher de Pedra, Casa de Cultura, Casa da Memória Arthur Dalmasso, Cascata do Imbuí, Teatro Municipal, Canyon do Vieira, Museu do Futuro e mais uma porção de lojas especializadas e de suvenires. Enfim, local para visitação é o que não falta na gostosa e aprazível Teresópolis. (AP)

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.