NATUREZA

Programa-se para não ser surpreendido por furacões ao redor do mundo

Mais do que procurar pontos turísticos e restaurantes bacanas, é fundamental pesquisar melhor a época para viajar. Para não ser pego de surpresa por fenômenos naturais, é preciso estudar o próximo destino

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/09/2017 10:00 / atualizado em 21/09/2017 16:01

Ninguém imagina ser pego de surpresa por um furacão em plenas férias. Mas foi exatamente isso que aconteceu com a funcionária pública Analice Alves, 54 anos. A fim de aproveitar o verão em Nova York, ela e mais quatro amigos decidiram viajar em agosto de 2012 para a “Big Apple”. Dos 12 dias de viagem, o grupo só conseguiu aproveitar nove, devido à chegada do furacão Irene. Com cinco dias de viagem, ela e os amigos foram informados pela gerência do hotel que teriam que realizar algumas compras para consumo de três dias, porque ele ficariam isolados, sendo impossibilitados de chegar até mesmo perto da janela. “A população da cidade, acostumada a esses imprevistos, se preveniu sem nem precisar do alerta, mas para nós, a situação foi assustadora, pois não tínhamos ideia da intensidade do furacão que se aproximava”, relembra ela.

 

No fim das contas, o furacão Irene passou distante da região em que o grupo estava hospedado, e logo no fim do terceiro dia eles foram liberados para passear no bairro. O meteorologista Mamedes Luiz Melo, doInstituto Nacional de Meteorologia explica que, ao se deparar com essa situação, é necessário seguir as orientações do governo local, procurando um abrigo seguro ou até mesmo mudando de cidade. Analice conta que falar com a agência de viagens trouxe-lhe segurança para enfrentar o fenômeno. “Seguimos à risca as orientações, e, com o passar das horas, fomos nos acostumando com a situação. Apesar disso, não me arrependo de ter ido, só não planejo mais voltar a Nova York nesse período, por pura precaução”, disse.

Para evitar surpresas, o Turismo selecionou alguns roteiros que estão frequentemente na rota de furacões. Descubra quais são as épocas em que é melhor evitar a visita.

Ed Kruger/ flickr


Bali

 A ilha, localizada na Indonésia, não possui quatro estações, somente duas. A seca dura entre maio e setembro, e a época de chuva, de outubro a abril. Nessa época do ano pode chover durante 10 ou 15 dias sem parar, especialmente de dezembro a março. Engana-se quem pensa que é qualquer chuvinha: tratando-se do sudeste asiático, isso inclui tempestades, alagamentos e tufões. Mas não deixe isso te impedir de conhecer a ilha: além das belas paisagens, é um destino econômico que cabe no bolso.


Timonthy Valentine/ Flickr


Miami

Apesar da baixa temporada ser entre junho e setembro, é justamente nesse período que a cidade fica mais propensa a receber furacões. Para evitar contratempos,  por que não aproveitar o Natal na cidade? Apesar das passagens aumentarem de preço, essa é a época em que o local atinge o máximo da badalação, durante o Miami Art Basel, festival de arte que movimenta galerias, museus, restaurantes e ruas.

Ricacardo Mantero/ Flickr


Caribe

A maior chance de pegar um furacão no Caribe é entre agosto e outubro, especialmente em setembro. Os meses da temporada de furacões são também os mais chuvosos, portanto leve essa informação em consideração no momento de escolher a data da viagem. Aproveite para conhecer as ilhas do Caribe no verão, que é entre os meses de dezembro até meados de abril.

Maria Globetrotter/ Flickr


Filipinas

Composto por mais de 7.100 ilhas, o arquipélago é atingido pelos mais variados eventos naturais devido à sua volatilidade climática. O país faz parte do cinturão de tufões do Pacífico, cuja temporada vai de julho a outubro. Uma média de nove tufões atingem o país por ano, podendo causar sérios estragos. Melhor não arriscar e curtir a hospitalidade dos filipinos durante setembro e maio: aproveite e conheça a incrível ilha de Palawan.

Nick Kenrick/ Flickr


México

O perigo de o tempo estragar as férias está justamente nos lugares mais turísticos do país: o estado de Quintana Roo e a península de Yucatán. É nesta parte da costa mexicana, voltada ao mar do Caribe, que estão localizadas as mundialmente famosas praias cristalinas de Cancún, Playa del Cármen e demais recantos paradisíacos da Riviera Maia. A época dos furacões é entre maio e outubro, que coincide com os meses de verão e outono na região. Apesar disso, não deixe de conhecer esse incrível país que abriga uma das novas sete maravilhas do mundo: a cidade maia de Chitchén Itzá.


Takasphoto/ Flickr


Camboja

Localizado na região da Indochina, o Camboja está sempre na rota de tufões , especialmente entre setembro e outubro, época em que o país sofre com o maior volume de precipitação. A melhor época para se conhecer as lindas praias, a comida aromática e os vários templos, entre eles o grandioso Angkor Wat, é entre novembro e março.

 

*Estagiária sob supervisão de Taís Braga 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.