SANTA CATARINA

Descubra maravilhas catarinenses a poucos minutos de Balneário Camboriú

Aproveite para relaxar nas águas tranquilas, surfar nas ondas agitadas e conhecer as profundezas do mar

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/12/2017 10:00 / atualizado em 29/11/2017 15:35

Ana Carolina Alves/CB/DA Press

 

Uma das maravilhas de Santa Catarina é Bombinhas, a 30 km de Balneário Camboriú. Composta por 39 praias, por incrível que pareça a península é o menor município do estado, com 18 mil habitantes. A enorme quantidade de praias agrada a todos os gostos, e esse é um dos motivos pelo qual é tão frequentada no verão — cerca de 500 mil pessoas visitam a cidade na alta temporada, e não é por menos, pois o clima de cidade pequena e a brisa suave do mar conquistam qualquer um.


Chamada de “capital do mergulho”, a cidade é o paraíso para os mergulhadores, surfistas e velejadores. Com 75% de seu território preservado e três unidades de conservação municipais, Bombinhas oferece belíssimas trilhas em meio à Mata Atlântica com lindas paisagens, cachoeiras, aves e animais silvestres. O patrimônio cultural também é destaque. Além da história e do conhecimento presentes nos museus e espaços comunitários da cidade, a gastronomia, o artesanato, o folclore e as tradições podem ser apreciadas na comunidade. Entre os meses de maio e julho acontece a pesca artesanal da tainha, prática cultural antiga nas comunidades de pescadores de base açoriana.

Com muitos hotéis e pousadas — são mais de 11 mil leitos — Bombinhas é um paraíso que vale a pena conhecer. Separamos alguns lugares da cidade que valem a visita.  

Praia de Canto Grande
Ana Carolina Alves/CB/DA Press


Por estar localizada em um istmo, com duas praias opostas, a praia se divide entre Mar de Dentro e Mar de Fora. Com 2.180 metros de extensão, o Mar de Dentro fica no lado oeste e possui águas tranquilas, sendo ponto de partida de muitas pescarias e passeios de barco pela região. O Mar de Fora, localizado no leste, tem águas mais agitadas, com ondas propícias para a prática do surfe. A praia também é muito procurada pelos amantes da pesca de arremesso, ao longo de seus 3.831 metros de extensão.

Praia de Mariscal

Ana Carolina Alves/CB/DA Press


Com 204,5 metros de extensão, Mariscal tem areias brancas a base de cristais de quartzo e águas cristalinas, muito limpas. A praia é indicada para banhos de mar e sol, surfe, pesca esportiva e longas caminhadas. Para quem gosta de sossego, o local possui uma estrutura quase que exclusivamente residencial, então é ideal para alugar uma casa com amigos e família para curtir as férias.

Ana Carolina Alves/CB/DA Press
Mirante Eco Museu 360°


Quem visita o Mirante pode dizer que chegou ao ponto mais alto do munícipio: os 200 metros de altura oferecem uma vista espetacular de Bombinhas. Logo na bilheteria do Mirante existe o Museu de História Natural Charles Darwin, que vale a pena a visita. Apesar de simples, o museu reúne várias espécies da região e objetos utilizados na pesca da tainha.
» Telefone: (47) 3393-4829.
» Valor: R$ 10 por pessoa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vizinhança encantadora  


Ainda em Santa Catarina está o município de Itajaí, cidade vizinha de Balneário Camboriú. Na divisa entre as duas cidades está a Praia Brava, a mais famosa e frequentada da região. Os morros cobertos por Mata Atlântica e as águas claras e refrescantes ajudam a compor a paisagem desta belíssima praia. E as belezas de Itajaí não param por aí: a cidade possui uma arquitetura do século 19 que fica ainda mais charmosa pelo fato de o município ser cercado de Mata Atlântica.

 

Com cerca de 183 mil habitantes, Itajaí tem como a sua principal atividade econômica o Porto, que é o segundo maior do país em movimentação de contêineres. A cidade é a maior produtora de sardinha do Brasil. Uma boa época para visitas é na primeira quinzena de outubro, quando ocorre a festa Marejada: nela, os sabores e a cultura portuguesas invadem o município, com apresentação de grupos folclóricos e musicais, além dos pratos à base de bacalhau e frutos do mar. Também merece destaque o Centro de Cultura Popular Mercado Público, um misto de café, restaurante e lojinhas de artesanato e de temperos, bem ao lado do Mercado de Peixe. Vale a pena passar o fim da tarde no local, principalmente aos sábados, quando há apresentações de samba e chorinho.

 

Ana Carolina Alves/CB/DA Press


Além do Belo, o ecológico  

 

Ana Carolina Alves/CB/DA Press


A 40 minutos de Balneário Camboriú se encontra o município de Porto Belo, mais uma das maravilhas do Sul do Brasil. As praias que compõem a região formam um cenário magnífico somados à paisagem típica de uma vila de pescadores, na pesca artesanal, na arquitetura preservada e na hospitalidade. Entre os pontos turísticos, o Centro Histórico da cidade se destaca, pois recebe grandes eventos, manifestações artísticas e feira de produtos artesanais, atraindo muitos visitantes e moradores. A praia de Perequê também vale uma visita, já que é a maior e mais movimentada do município, devido à diversidade no comércio e as várias opções de lazer. 


Outro destaque de Porto Belo é a Ilha João da Cunha, conhecida como Ilha de Porto Belo. Para chegar até ela é preciso pegar um barco de passeio, cujo valor da travessia é em torno de 15 reais, ida e volta. Classificado como um empreendimento de ecoturismo, a Ilha tem como lema mobilizar e educar os visitantes para serem ecológicos e sustentáveis — e os próprios estabelecimentos e funcionários dão o exemplo, já que somente 1% da Ilha é usada, e vidros e canudos não são utilizados, pois geram lixo e riscos para pessoas e natureza. A lotação máxima da ilha é 1780 pessoas, número-limite para não prejudicar o meio ambiente.

Ana Carolina Alves/CB/DA Press
A Ilha oferece várias atividades, desde as trilhas, os esportes náuticos e as visitas a inscrições rupestres. Além disso, existe o EcoMuseu Univali da Ilha de Porto Belo, que é gratuito e a cada temporada oferece exposições diferentes para os turistas. É importante lembrar que a Ilha só funciona na alta temporada, que vai de Dezembro a Abril, sendo que neste ano as atividades começam no dia 15 do mês que vem. Para quem quer aproveitar o máximo da ilha — inclusive a deliciosa Caipirinha das Cores do restaurante local, que leva vodka, morango, uva, abacaxi e açúcar —, vale a pena ir em alta temporada. Para os que preferem aproveitar a natureza sem perturbação, é válido conhecer o local na baixa temporada, mas lembre-se de que só é permitido passar o dia reservando com antecedência.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Serviço

Ilha de Porto Belo

Informações: (47) 3369-4146 ou contato@ilhadeportobelo.com.br 

 

*Estagiária sob supervisão de Táis Braga  

» Viagem a convite do Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.