SIGA O
Correio Braziliense

LANÇAMENTO

Embarque no Argo, o novo hatch compacto da Fiat

O modelo chega com o objetivo de fazer frente aos os líderes Chevrolet Onix e Hyundai HB20. Com sete configurações em três versões, tem preços entre R$ 46,8 mil e R$ 70,6 mil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

Fiat/Divulgação

São Paulo (SP) — Ele vai substituir as versões topo de linha do Palio e do Punto, que deixou de ser produzido. Com foco na tecnologia, segurança e conforto, o novo hatch compacto da Fiat pretende disputar a liderança no segmento, que hoje é ocupada pelo Chevrolet Onix (sempre seguido de perto pelo Hyundai HB20). Já não era sem tempo. A marca estava devendo ao mercado um concorrente de peso e, para isso, criou uma nova plataforma e, ao contrário do especulado no meio automotivo, não é o modelo Tipo europeu à moda brasileira.


De acordo com o diretor de Planejamento e Estratégia de Produto do grupo FCA, Carlos Eugênio Dutra, “foram quase três anos de desenvolvimento de um projeto que vem sendo considerado o mais importante passo dos últimos anos para a marca Fiat”. O nome Argo vem da mitologia grega e era uma embarcação construída para as aventuras de Jasão e os argonautas. Depois, com a morte de Jasão, a nau virou uma constelação com luz própria, um forte argumento para justificar o batismo do novo hatch. Carlos Eugênio afirma que é o melhor produto já feito na fábrica de Betim.


Em 2014 a Fiat conseguiu retirar o reinado de 26 anos do Volkswagen Gol, com o Palio. Mas a alegria durou pouco. Em 2015 o Chevrolet Onix (sempre seguido de perto pelo Hyundai HB20) alcançou a liderança, que mantém até hoje — o americano segue firme na ponta e dá como certo o terceiro ano seguido à frente de todos. O novo modelo chega com um desenho ousado e polêmico e três opções de motores: 1.0 três cilindros e 1.3 e 1.8 quatro cilindro. O hatch é apresentado nas versões Drive, Precision e HGT, com tipos de câmbio manual, automatizado e automático de seis velocidades.

Fiat/Divulgação

Atualmente, as montadoras trabalham com dois tipos de compactos, os normais (Gol, Onix, Ka, March) e os premium (Fiesta, 208, C3), o HB20 consegue flutuar entre os dois. A Fiat seguirá a mesma tendência da sul-coreana com o Argo, onde as versões de entrada disputam espaço com os comuns e a topo, com os “melhorados”. Dessa forma, o novo modelo terá sete configurações em três versões, são elas: Drive 1.0 (R$ 46,8 mil), Drive 1.3 (R$ 53,9 mil), drive 1.3 GSR (R$ 58,9 mil), Precision 1.8 (R$ 61,8 mil), Precision 1.8 AT6 (R$ 67,8 mil), HGT 1.8 (R$ 64,6 mil) e HGT 1.8 AT6 (R$ 70,6 mil), todas disponíveis nas concessionárias. No fim do mês, chegará a Open Edition Mopar, baseada na HGT 1.8 AT6.

 

Velho conjunto

Fiat/Divulgação
 

Se, no design e no estilo (interior e exterior), o Argo é um veículo completamente novo, o conjunto mecânico é velho conhecido. O motor 1.8 de 139 cavalos e 19,3kgfm de torque e a transmissão automática de seis velocidades da Precision e da HGT são os mesmos que equipam a Toro com essas opções. Já a Drive faz uma fusão do Mobi com o Uno no quesito câmbio e propulsor. O GSR é o mesmo do supercompacto, mas no 1.3 de 109 cavalos e 14,2kgfm do compacto. O 1.0 é igual a todos da linha com 77 cavalos e 10,9kgfm. A direção elétrica e a suspensão seguem a nova tendência da montadora.

Fiat/Divulgação

O visual do Argo é uma bela mistura de agressividade e elegância, as linhas retas, principalmente nas laterais, dão um ar de continuidade ao desenho do hatch. As entradas de ar na dianteira, o aerofólio na traseira, os detalhes em preto e as rodas, inclusive a calota na Drive, dão um quê de esportividade. O interior, em dois tons, aponta para o lado premium do modelo. A tela de sete polegadas da central multimídia, as saídas do ar-condicionado e partes do acabamento imitando carbono dão um charme a mais ao compacto.

 

*O repórter viajou a convite da Fiat

 

Ficha técnica

Motores: 1.0 de 77cv a 6.000rpm e torque de 10,9kgfm a 3.250rpm (e) e 72cv a 6.000rpm e torque de 10,4kgfm a 3.250rpm (g); 1.3 de 109cv a 6.250rpm e torque de 14,2kgfm a 3.500rpm (e) e 101cv a 6.000rpm e torque de 13,7kgfm a 3.500rpm (g) e 1.8 de 139cv a 5.750rpm e torque de 19,3kgfm a 3.750rpm (e) e 135cv a 5.750rpm e torque de 18,8kgfm a 3.750rpm (g)

Dimensões: 3.988mm de comprimento; 1.724mm de largura; 1.503mm de altura e 2.521mm de entre-eixos;

Transmissão: manual de 5; automatizado de 5 e automático de 6 velocidades

Suspensão: independente tipo McPherson na dianteira e
semi-independente na traseira

Freios: a disco na dianteira e tambor na traseira

Preço: a partir de  R$ 46,8 mil

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.