SIGA O
Correio Braziliense

No Senado, relator do fim do voto secreto quer manter texto da Câmara

O relator Sérgio Souza admite, entretanto, que terá dificuldades nas negociações com os políticos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/09/2013 07:59

Juliana Braga

Paulo Araújo/CB/D.A Press


Na tentativa de manter o texto como veio da Câmara dos Deputados, o relator da Proposta de Emenda à Constituição 43/2013, Sérgio Souza (PMDB-PR), passará o dia desta segunda-feira (9/9) e o de terça-feira (10/9) em reunião com os líderes do Senado. A intenção é evitar fatiar a proposta de fim do voto secreto para todas as situações, o que permitiria aprovar somente nos casos de cassação de parlamentares e abriria a possibilidade de engavetar o restante. Sérgio Souza espera encontrar consenso para apreciar a proposta na íntegra, mas reconhece que terá dificuldades e que talvez o mais “responsável” seja garantir logo o tópico sobre o qual já há entendimento.

“Amanhã e na terça-feira, eu vou procurar os líderes e conversar com eles para ver se conseguimos avançar no texto como veio da Câmara”, disse o senador. Segundo ele, o relatório só será concluído na noite de terça-feira, para ser avaliado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania já na quarta. A ideia é votar no plenário na semana entre 16 e 3e 20 de setembro, quando o Senado fará um novo esforço concentrado.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.