No Senado, PEC do Voto Aberto é deixada de lado mais uma vez

Senadores voltam as atenções para a aprovação do orçamento impositivo e empurram para a semana que vem a apreciação da PEC que acaba com o sigilo nas decisões do parlamento

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/11/2013 08:41

Amanda Almeida , Adriana Caitano

Iano Andrade/CB/D.A Press


O Senado adiou mais uma vez a votação sobre o fim do voto secreto no Poder Legislativo e empurrou o tema para a semana que vem. Ontem, os senadores preferiram dar prioridade a uma pauta que tem grande impacto na reeleição de congressistas: o orçamento impositivo, pelo qual a União fica obrigada a executar as emendas parlamentares. O presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), fez nova promessa de colocar a proposta da abertura de votos na próxima semana, mas, nos bastidores, trabalha para que a Câmara seja responsável por tomar a decisão.

Isso porque também está pronta para ser votada pelos deputados uma proposta que aborda o mesmo tema, mas guarda um diferencial em relação ao texto do Senado, que quebra o sigilo para todas as situações previstas na Constituição e nos regimentos internos do Legislativo. A matéria em análise na Câmara abre o voto apenas para cassação de mandato, como desejam, principalmente, Renan, grande parte do PMDB e o PSDB.

A matéria completa está disponível aqui para assinantes. Para assinar, clique aqui.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.