Publicidade

Correio Braziliense

G7 trabalha sobre uma resposta concreta aos incêndios na Amazônia

Afirmação é da presidência da França. Emmanuel Macron acusa Jair Bolsonaro de ter mentido sobre seus compromissos com o clima e decidiu se opor ao Acordo UE-Mercosul


postado em 23/08/2019 12:30

(foto: Pascal Rossignol/AFP)
(foto: Pascal Rossignol/AFP)
Biarritz, França — Os países do G7, que se reunirão, neste sábado (24/8), na cidade francesa de Biarritz, estão preparando uma resposta concreta aos incêndios que assolam a Amazônia, disse a presidência da França nesta sexta-feira (23/8). 

"No âmbito do G7, já existe uma mobilização de diplomatas e assessores para decidir sobre iniciativas concretas para a Amazônia, que poderão se materializar" na cúpula, disse um assessor do Eliseu.

Depois de convocar os membros do G7 na quinta-feira para "falar sobre a urgência" dos incêndios, o presidente francês Emmanuel Macron acusou nesta sexta-feira seu colega brasileiro Jair Bolsonaro de ter mentido sobre seus compromissos com o clima e decidiu se opor ao Acordo UE-Mercosul.

A razão de sua posição "é a inércia de Jair Bolsonaro diante da mudança climática, incluindo incêndios", disse o Eliseu.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade