Publicidade

Correio Braziliense

Vídeo mostra operário quebrando pilastra de prédio que desabou em Fortaleza

Cerca de trinta minutos depois das imagens gravadas, o prédio desabou


postado em 18/10/2019 19:21

(foto: Reprodução/Youtube)
(foto: Reprodução/Youtube)
Nesta sexta-feira (18/10) um vídeo da câmera de segurança do Edifício Andréaque desabou em Fortaleza, viralizou nas redes sociais. Nas imagens, é possível ver pedreiros quebrando uma das colunas de sustentação do prédio e a síndica Maria das Graças Rodrigues, de 53 anos, que estava no térreo acompanhando as obras. O edifício passava por uma reforma para melhorar a estrutura das vigas de sustentação. Trinta minutos depois das imagens gravadas, o prédio desabou.





No vídeo, além do pedreiro e a síndica dois engenheiros e o porteiro do prédio, Francisco Rodrigues Alves, de 59 anos, estavam no local. Os engenheiros são José Andresson Gonzaga dos Santos e Carlos (sobrenome não informado). As imagens contradizem o depoimento do engenheiro, que disse para a polícia que as obras ainda iriam começar. 

Quatro das cinco pessoas que aparecem no vídeo sobreviveram. O porteiro estava no térreo do edifício e aparece em outras imagens de câmera de segurança que mostram o exato momento da queda. Ele foi encaminhado para o Hospital Distrital Edmilson Barros de Oliveira. Depois, foi transferido para o Instituto Doutor José Frota (IJF). A síndica do prédio está entre os desaparecidos da tragédia. 

Até agora, seis pessoas morreram. Sete foram resgatadas com vida e quatro estão desaparecidas.

Mortes confirmadas:

•Frederick Santana dos Santos, 30 anos. Entregador de água, estava o mercadinho ao lado do prédio. Morte confirmada por volta das 23h30 de terça-feira (15/10). 

•Maria da Penha Bezerril Cavalcante, 81 anos. A morte foi confirmada por volta das 8h da manhã de quarta-feira, mas o resgate do corpo só foi realizado 19h desta quinta (17/10). 

•Izaura Marques, 81 anos. Avó do primeiro resgatado com vida do prédio, Fernando Marques. Morte confirmada às 17h30. 

•Antônio Gildasio Holanda Silveira, 60 anos. Foi retirado dos escombros na manhã da quinta-feira. 
Nayara Pinho, 31 anos. Corpo resgatado por volta do meio-dia da quinta-feira (17/10). 

•Roseane Marques, 56 anos. Filha de Izaura Marques e mãe de Fernando Marques. Ela teve o corpo retirado do local às 21h10. 

* A estagiária está sob supervisão da subeditora Ellen Cristie.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade