Publicidade

Correio Braziliense

Camisa 10 da França diz que se inspira em Neymar e Mbappé

Enquanto o francês Aouchiche já atua com os ídolos no PSG, lateral direito da Holanda se espelha no jovem Alexander-Arnold no Liverpool


postado em 17/11/2019 19:07 / atualizado em 17/11/2019 20:53

Artilheiro da Euro Sub-17, o francês Aouchiche liderou as assistências do Mundial da categoria, com 7 passes para gol(foto: Fifa/Divulgação)
Artilheiro da Euro Sub-17, o francês Aouchiche liderou as assistências do Mundial da categoria, com 7 passes para gol (foto: Fifa/Divulgação)

São poucos os jogadores com 17 anos que têm a oportunidade de já atuar com ídolos. Mas dois atletas da decisão de terceiro lugar do Mundial Sub-17, no Estádio Bezerrão, têm esse privilégio. Adil Aouchiche, camisa 10 da França, mostrou que não é à toa que já atuou no profissional do Paris Saint-Germain, ao lado de estrelas como Neymar e Mbappé. Do lado da Laraja Mecânica, Ki-Jane Hoever, atleta do Liverpool, tem o jovem Alexander-Arnold para se espelhar. Aos 21 anos, ele é dono da lateral direita do clube inglês já foi campeão da Liga dos Campeões.  

Maestro da França, que terminou o Mundial Sub-17 na terceira posição após a vitória por 3 x 1 sobre a Holanda
, no Bezerrão, o camisa 10 da equipe europeia não esconde admiração por poder atuar com os brasileiros Thiago Silva e Neymar no PSG. "Sou muito feliz de poder jogar com eles, são superestar. É uma sorte minha e oportunidade de desenvolver o meu futebol", comemora. 

Como bom francês, Aouchiche também rasga elogios à maior estrela francesa na conquista da Copa do Mundo de 2018 e que também é jogador do PSG. "Mbappe é um enorme jogador, apesar da pouca idade, ele é muito rápido e muito importante para PSG e sou muito orgulhoso de jogar com ele e de aprender com ele", agradece. Aos 17 anos, o meia atacante francês mostra que está no caminho certo.

Ele foi o maior artilheiro da história da Euro Sub-17, com nove gols. No Mundial, Aouchiche mostrou outra façeta: liderou as assistências do torneio, com 7 passes para gol, além de ter balançado as redes uma vez. "Isso mostra que eu consegui ser importante para o time também sem fazer muitos gols, ser importante de forma coletiva e estou muito feliz, porque sou o camisa 10 e essa é minha função", disse. 

Pela seleção holandesa, Ki-Jane Hoever é jogador do Liverpool, mas ainda não subiu para o profissional. Na equipe principal, porém, um outro jogador de pouca idade mostra que o clube inglês abre espaço para os jovens talentos. Alexander-Arnold, de 21 anos, é uma das inspirações do camisa 2 da Holanda. "Ele é um exemplo para qualquer jogador jovem do Liverpool. Ele é muito especial, não é todo jogador que consegue fazer o que ele faz com essa idade. É muito bom poder vê-lo de perto e aprender com ele", Hoever. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade