Publicidade

Correio Braziliense

Motorista bêbada é presa após se envolver em acidente na Epia Sul

Segundo relato da PM, um outro condutor não conseguiu frear quando a mulher parou o carro no meio da pista. Ela pagou fiança e foi liberada, mas vai responder por embriaguez ao volante


postado em 22/01/2018 09:43 / atualizado em 22/01/2018 13:39

Uma mulher de 33 anos foi presa após causar acidente, sem vítimas, na Epia Sul. De acordo com a Polícia Civil, o teste do bafômetro aplicado na condutora acusou 1,03 miligramas de álcool por litro de ar expelido. O valor é mais que o triplo dos 0,33mg/l suficiente para enquadrar o infrator no crime de embriaguez ao volante. O acidente aconteceu por volta das 22h de domingo (21/1).
 
 
Segundo relato da Polícia Militar, a condutora parou o veículo no meio da pista, próximo ao Aeroporto. O motorista que vinha atrás, em um Volkswagen Santana, não conseguiu frear e bateu na traseira do Chevrolet Celta da mulher, que tentou fugir. Ao procurá-la, o condutor, um homem de 44 anos, a encontrou deitada no gramado ao lado da via, com o veículo parado no acostamento.
 
Além de dirigir embriagada, a mulher conduzia o carro sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A própria motorista confessa a falta do documento em vídeo gravado por policiais militares que atenderam à ocorrência. Nas imagens, a condutora tem dificuldades para falar.
 
O vídeo também mostra que a mulher acusa o irmão, não identificado, de dirigir o carro. Porém, não havia mais ninguém no veículo.

O motorista do outro carro não se feriu. Ele também foi levado à 11ª Delegacia de Polícia (Núcleo Bandeirante). Como o bafômetro não acusou ingestão de bebida alcoólica, ele pode voltar para casa.
 

Pagou fiança e foi liberada

 
A mulher chegou a ficar detida na 11ª DP. Porém, ainda durante a noite, ela pagou os R$ 2 mil de fiança e foi liberada. Entretanto, a condutora responderá criminalmente por embriaguez ao volante. Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), ela pode ficar até três anos detida. 
 
Mesmo com o endurecimento das leis, motoristas do Distrito Federal insistem em dirigir embriagados. Em todo 2017, o Departamento de Trânsito do DF (Detran/DF) registrou 24.425 autuações motoristas embriagados, 70% a mais do que as 14.358 autuações registradas em 2016.
 
Também no domingo (22/1), um homem foi preso após atropelar dois ciclistas. Ele estava embriagado e, assim como a detida à noite, tentou fugir.  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade