Publicidade

Correio Braziliense

Em menos de quatro horas duas vítimas são atropeladas em Águas Claras

A batida no fim da noite de sexta-feira (9/3) aconteceu na Avenida Araucárias, em frente a um colégio particular da região. O motorista atingiu um homem de 36 anos. Adolescente de 17 anos também ficou ferido quase no mesmo lugar


postado em 10/03/2018 08:02 / atualizado em 10/03/2018 10:02

Atropelamento aconteceu em menos de quatro horas depois que um adolescente também foi atingido(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Atropelamento aconteceu em menos de quatro horas depois que um adolescente também foi atingido (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
 
Menos de quatro horas depois que um adolescente de 17 anos foi atropelado em Águas Claras, outro homem acabou atingido por outro carro próximo ao local do primeiro acidente. A batida no fim da noite de sexta-feira (9/3) aconteceu na Avenida Araucárias, em frente a um colégio particular da região. O motorista atingiu um homem de 36 anos.
 
De acordo com o Corpo de Bombeiros, ele aparentava estar com uma lesão na cabeça com hemorragia. Segundo o socorro, a vítima estava desorientada, mas consciente. Quando os militares chegaram, o veículo que causou o acidente não estava mais no local.

Acidentes durante a noite 

Esse é o terceiro acidente de trânsito registrado na noite de sexta-feira (9/3) no Distrito Federal. Por volta das 20h um adolescente de 17 anos foi atingido quando atravessou a rua próximo a faixa de pedestre. O acidente aconteceu por volta das 20h na Avenida Araucárias, próximo à estação Arniqueiras.
 
De acordo com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o jovem tinha suspeita de hemorragia interna, sangrava pelos ouvidos e tinha fratura no braço. Ele foi transportado consciente para um hospital particular.
 
No Sudoeste, um idoso de 79 anos foi atropelado por um Honda Fit conduzido por um motorista de 34 anos. O condutor não ficou ferido, mas a vítima tinha fratura no punho direito e corte na cabeça. Militares do Corpo de Bombeiros conduziram a vítima ao Hospital de Base. 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade