Publicidade

Correio Braziliense

Asfalto na Ponte das Garças aparece com rachaduras e meio-fio depredado

Neste sábado (10/3) e domingo (11/3) técnicos da Companhia Urbanizadora da Capital (Novacap) fazem manutenção na estrutura. Por causa da ação, trânsito no fim de semana ficará interditado


postado em 10/03/2018 11:46 / atualizado em 10/03/2018 12:43

Ponte das Garças passa por manutenção neste fim de semana(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Ponte das Garças passa por manutenção neste fim de semana (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)

A Ponte das Garças amanheceu interditada para manutenção. Com rachaduras no asfalto, meio-fio depredado e o aço do guardo-corpos deteriorado, a estrutura passa por uma repaginada. A ação é da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e acontece neste sábado (10/3) e domingo (11/3). Durante os dois dias o trânsito ficará interditado. A ponte fica próximo ao Deck Sul. 

 

Segundo o diretor-presidente da Novacap, Júlio Menegotto, as obras devem durar cerca de 120 dias. Para a segurança dos funcionários, a instituição solicitou algumas ações aos órgãos de trânsito a serem executadas neste período. Entre elas, a proibição de veículos de carga; a diminuição da velocidade da via, a ser estudada pelo Detran; além da substituição dos ônibus por veículos menores, como micro-ônibus ou desvio de algumas linhas.

 

"Não há nenhum perigo estrutural. Estamos com um monte de caminhão da Novacap hoje em cima da ponte, essas medidas são preventivas para garantir a segurança durante a execução desse trabalho", garante Menegotto.

 

Além dos reparos deste fim de semana, o presidente ressalta que haverá a troca completa do asfalto e que a ponte ganhará novas juntas de dilatação. O pilar central também ganhará atenção. Segundo o Menegotto um estudo será realizado para a elaboração de um projeto de reforço da estrutura.  

 

Outras intervenções de manutenção serão realizadas no local ao longo das próximas semanas. O trânsito ficará interditado nos dois sentidos da via no sábado e no domingo entre as 7h e as 18h, com o apoio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

Necessidade de manutenção em curto prazo 

A ponte está entre as quatro estruturas que precisam de intervenção em curto prazo, segundo relatório divulgado pelo governo. Apesar de descartar o risco de desabamento ou interdição, o documento sobre 13 pontes e viadutos da capital, aponta que as pontes do Bragueto, das Garças e Honestino Guimarães e também o viaduto sobre a N2, próximo ao Conjunto Nacional apresentaram pequenas trincas e infiltrações. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade