Publicidade

Correio Braziliense

Familiares se despedem de casal e filha vítimas de acidente na BR-070

O velório ocorre no Cemitério Campo da Esperança, em Taguatinga, na tarde deste domingo


postado em 11/03/2018 16:51 / atualizado em 11/03/2018 17:50

Família era conhecida por fazer todas as atividades juntos(foto: Arquivo pessoal/Facebook)
Família era conhecida por fazer todas as atividades juntos (foto: Arquivo pessoal/Facebook)

Cerca de 200 amigos e familiares do casal José Augusto de Moraes Preto, 26 anos, Fernanda Sena de Medeiros, 25 anos e da filha Maria Julia Medeiros de Moraes, 4 anos, prestaram as últimas homenagens às vítimas mortas em um grave acidente da BR-070. O velório e o sepultamento ocorreram no Cemitério Campo da Esperança, em Taguatinga, na tarde deste domingo (11/3). 

Os familiares e amigos lotaram a capela 5 e se despediram da família em meio à comoção e tristeza do momento. Vários integrantes do movimento católico Encontro de Jovens com Cristo (Ejoc) compareceram ao local, já que o casal fazia parte do grupo. Cantando, os jovens da igreja deram o até logo: “Bons amigos que nasceram pela fé. Amigos pra sempre. Para sempre amigos sim, se Deus quiser”.

O grave acidente que vitimou a família ocorreu na tarde deste sábado (10/3). Os três estavam em um Peugeout e morreram no local.  
 

Equipes do Instituto Médico Legal (IML) de Anápolis recolheram os corpos. Eles foram liberados por volta da 1h30 deste domingo (11/3). Por volta das 9h a funerária aguardava a família para fazer o traslado até Brasília. 


Dom de arrancar sorrisos


 

Fernanda era a primogênita. A primeira a se formar, a se casar, a ter uma filha. Menina de família, queria o bem de todos. José Augusto, conhecido como Guto, tinha o dom de arrancar sorrisos. Alto astral, amante da vida, sempre tinha boas histórias para contar. 

 

O casal se conheceu na faculdade, cursando enfermagem. Depois de um ano de relacionamento, veio a pequena Maju, como era carinhosamente chamada pela família e amigos. “A família era amor constante, companheirismo e alegria”, descreveu Matheus Andrade, primo da jovem. 

 

Sempre juntos, gostavam de fazer atividades juntos, até à academia iam os três. Enquanto Maju fazia a natação, Guto partia para a aula de kickboxing e Fernanda malhava. 

 

O acidente

 

De acordo com a Polícia Civil de Goiás o Peugeout seguia de Brasília em direção a Cocalzinho. Já a Hilux estava no sentido contrário, de Cocalzinho em direção ao Distrito Federal. A principal hipótese é a de que o Pegeout tentou uma ultrapassagem indevida e, nesse momento, houve colisão frontal com a Hilux.

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade