Publicidade

Correio Braziliense

Mulher é internada com malária no Hospital Regional do Guará

Esse é o sexto caso confirmado no DF em 2018. A Subsecretaria de Vigilância em Saúde investiga onde a doença foi contraída


postado em 14/03/2018 19:49 / atualizado em 14/03/2018 21:36

Paciente está internada no Hospital Regional do Guará(foto: Pedro Ladeira/Esp. CB/D.A Press)
Paciente está internada no Hospital Regional do Guará (foto: Pedro Ladeira/Esp. CB/D.A Press)
A Secretaria de Saúde confirmou, nesta quarta-feira (14/3), mais um caso de malária no Distrito Federal. Uma mulher foi diagonosticada com a doença e está internada no Hospital Regional do Guará (HRGu). Esta é a sexta ocorrência em 2018. O primeiro de três testes acusou a infecção, mas ainda serão feitos outros dois exames. 

De acordo com a pasta, a paciente está sendo medicada seguindo o protocolo de tratamento recomendado pelo Ministério da Saúde. A Subsecretaria de Vigilância em Saúde investiga onde a doença foi contraída, mas ainda não há confirmação do local de infecção desta paciente.
 
A pasta ressaltou, no entanto, que o DF não é considerado uma area de transmissão. "Há notificações de casos importados. A maioria se concentra na região Amazônica, área endêmica para a doença", esclareceu, em nota. 
 

33 infectados em 2018 

 
A infecção da malária registrava menores índices em quase quatro décadas quando a doença voltou a crescer, entre 2016 e 2017. Somente no DF, foram 29 casos confirmados em 2016 e 33 no ano passado. Para evitar novos casos na capital federal, a Secretaria de Saúde alerta para a necessidade de uso de repelente e mosquiteiros como forma de prevenção. Ao voltar de alguma região endêmica com sintomas como febre, calafrio e tremores, é recomendável procurar um médico. 
 
A malária é uma doença infecciosa febril aguda, causada por protozoários, transmitida pela fêmea infectada do mosquito Anopheles. Com o devido tratamento, há cura para à doença. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade