Publicidade

Correio Braziliense

Aluno de 14 anos esfaqueia colega de 13 em escola de Ceilândia Sul

Agressão aconteceu na manhã desta terça-feira (28/8) e a vítima teve ferimentos superficiais, segundo a Polícia Militar. É o segundo caso de agressão entre jovens em apenas cinco dias


postado em 28/08/2018 10:22 / atualizado em 28/08/2018 12:21

(foto: Fernando Lopes/CB/D.A Press)
(foto: Fernando Lopes/CB/D.A Press)
Um adolescente de 14 esfaqueou outro de 13 dentro da escola onde os dois estudam, em Ceilândia Sul. O caso aconteceu na manhã desta terça-feira (28/8), quando a dupla se desentendeu e o mais velho deu facadas na região do peito e do pescoço do mais novo. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atendeu a ocorrência e, segundo informações da Polícia Militar, os ferimentos foram "superficiais".

A ocorrência foi registrada como tentativa de homicídio e a polícia apreendeu o canivete usado no ato infracional, que ainda continha resquícios de sangue na lâmina. De acordo com a Divisão de Comunicação da Polícia Civil (Divicom), o diretor da escola ouviu os barulhos da confusão por volta das 10h10, quando foi até um dos corredores da instituição e encontrou os meninos se agredindo.
 
Após o atendimento médico e avaliação corporal no Instituto de Medicina Legal (IML), o acusado foi levado para o Núcleo de Atendimento Integrado (NAI), vinculado à Secretaria de Estado da Criança do Distrito Federal. Até a última atualização da matéria, a escola ainda não havia se posicionado sobre o caso. 
 

Caso semelhante

Há cinco dias, um outro caso parecido aconteceu também em Ceilândia. Em 23 de agosto, jovens das mesmas idades se envolveram em uma briga e o aluno de 14 anos deu facadas no ombro de outro menino, de 13, na frente de uma escola da Expansão do Setor O.

Segundo informações do Centro de Comunicação da Polícia Militar, ambos eram estudantes da mesma escola e já haviam brigado dias antes. A vítima foi encaminhada ao Hospital Regional de Ceilândia (HRC) com estado de saúde estável e o autor da agressão fugiu, mas foi encontrado e encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente II (DCA), mesmo local que investigará o caso desta terça-feira (28/8).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade