Publicidade

Correio Braziliense

Paciente do DF receberá órgão de menina morta em parque de diversões em GO

Isabela Vieira, 16 anos, teve a morte cerebral confirmada nessa segunda. Família autorizou doação de órgãos


postado em 04/09/2018 18:15 / atualizado em 04/09/2018 21:28

(foto: Reprodução / Facebook)
(foto: Reprodução / Facebook)

Após ter a morte cerebral confirmada nessa segunda-feira (3/9), a jovem Isabela do Amaral Vieira, de 16 anos, terá os órgãos doados. De acordo com a Secretaria de Saúde de Goiás, o rim e o fígado da adolescente foram retirados pela Central Estadual de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos (CNCDO). O primeiro será encaminhado para um paciente de São Paulo. Já o segundo virá para o Distrito Federal.

Ainda segundo a pasta, a cirurgia de remoção dos órgãos foi feita nesta terça-feira (4/9) e demorou cerca de quatro horas, das 11h às 15h. O procedimento foi realizado no Hospital de Urgências de Anápolis (Huana), mesma unidade onde a jovem teve a morte cerebral confirmada. Não há qualquer informação sobre os receptores dos órgãos. As secretarias de Saúde do DF e de GO destacaram que o sigilo da identidade do receptor é garantido por lei.

Isabela foi internada em estado grave no Huana em 26 de agosto, após ser arremessada — com outras três adolescentes — de um brinquedo em um parque de diversões itinerante na cidade de Ceres (GO), a cerca de 280 Km de Brasília. De acordo com a família — que autorizou a doação dos órgãos —, durante a internação, a jovem havia perdido um dos rins, em função de uma hemorragia interna. Ela também teve fraturas no crânio e na coluna.
 
(foto: Divulgação/Bombeiros)
(foto: Divulgação/Bombeiros)
 

Após a confirmação da morte de Isabela, segundo a Polícia Civil de Goiás, o inquérito do acidente passará a ser tratado como homicídio culposo, quando não há intenção de matar, e não mais como lesão corporal culposa. A corporação ressalta, porém, que ainda são necessários os términos dos laudos e depoimentos de vítimas e testemunhas para conclusão do caso.

Além de Isabela, as amigas Mariane Oliveira Dias, Thalia Aparecida Pires e Tatiele Carvalho Evangelista, todas de 16 anos, também foram arremessadas do brinquedo. Mariane e Thalia realizaram cirurgias por conta de fraturas decorrentes da queda e realizam exames. Tatiele sofreu apenas hematomas e escoriações pelo corpo e recebeu alta na manhã da última segunda-feira (27/8), um dia após o acidente.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade