Publicidade

Correio Braziliense

Inadimplência com IPVA 2018 causa rombo de R$ 269 milhões nos cofres do DF

Levantamento da SEF-DF aponta que 367 mil veículos estão irregulares


postado em 04/09/2018 19:50 / atualizado em 05/09/2018 09:04

(foto: Detran/Divulgação)
(foto: Detran/Divulgação)
Mais de 315 mil contribuintes ainda não pagaram nenhuma parcela do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) em 2018. Segundo levantamento da Secretaria de Fazenda do Distrito Federal (SEF-DF), são 367 mil veículos irregulares, de cidadãos e empresas, que somam, aproximadamente, R$ 269 milhões em débitos só neste ano.
 
Além do rombo nos cofres públicos, há o risco de os motoristas em débito com o governo serem pegos em blitzes de fiscalização, que começou no último fim de semana. 
 
Para notificação de débito, a SEF-DF começa nesta semana o contato telefônico com os inadimplentes. Inicialmente serão acionados os proprietário dos veículos com placas final 1 e 2 através de chamadas gravadas ou por atendentes da central e se estende por todo o mês de setembro.
 
Com o foco neste mesmo grupo, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF) iniciou as ações de fiscalização para cobrar o porte do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) no último sábado. Quem for flagrado transitando em via pública com o veículo não licenciado terá o automóvel recolhido, pagará multa de receberá sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
 
"Nós estamos aproveitando as ações do Detran para reforçar ao contribuinte a importância da quitação dos débitos. Esperamos que, partir deste contato que estamos fazendo, pelo menos 20% dos inadimplentes nos procurem para regularizar sua situação”, afirma o coordenador de cobrança tributária da SEF-DF, José Ribeiro da Silva Neto. 
 
Muitos proprietários ainda somam dívidas de anos anteriores. O estudo revela também que, em 2017, cerca de R$ 103 milhões em IPVA não foram pagos; em 2016, o valor está em R$ 77 milhões. Os contribuintes responsáveis pelo calote já foram inscritos em dívida ativa e estão sujeitos às sanções previstas pelo atraso. 


Emissão do Boleto


A segunda via atualizada do IPVA para pagamento deve ser retirada no portal da SEF-DF. Aqueles que não possuem acesso à internet podem comparecer a um dos postos do Na Hora; nas lojas do BRB Conveniência (com o custo de R$ 2 por impressão) ou nas agências da Receita do DF. 
 
Demais dúvidas podem ser esclarecidas pelo Atendimento Virtual da Secretaria. Basta abrir uma solicitação aqui
 
* Estagiário sob supervisão de Anderson Costolli

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade