Publicidade

Correio Braziliense

Candidato a distrital, Raad Junior é solto após pagar fiança de R$ 1 mil

Ele foi preso por porte ilegal de arma de fogo na segunda-feira (10/9), durante blitz da Polícia Militar, em Planaltina


postado em 11/09/2018 20:00 / atualizado em 11/09/2018 20:00

Raad Junior é candidato a distrital pelo PSDB e filho do ex-deputado Raad Massouh(foto: Arquivo pessoal)
Raad Junior é candidato a distrital pelo PSDB e filho do ex-deputado Raad Massouh (foto: Arquivo pessoal)
Após pagar fiança de R$ 1 mil, o candidato a distrital pelo PSDB Raad Massouh Junior, 21 anos, foi solto ainda na noite de segunda-feira (10/9), quando ele foi preso por porte ilegal de arma de fogo. Ele é filho do do ex-deputado Raad Massouh.
 
Raad Junior estava um Jetta branco, na DF-345, em Planaltina, quando foi parado em um bloqueio da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), na segunda-feira (10). Ele estava acompanhado de três homens e uma mulher.
 
Dentro do veículo, as equipes encontraram, no console, quatro munições calibre 32. Os militares também apreenderam uma mochila, onde havia uma arma calibre 380 com 17 munições, além de uma pistola de ar comprimido.
 
Inicialmente, o candidato a distrital afirmou que era o proprietário da mochila e das armas. Contudo, após alguns minutos de conversa com os policiais, disse que os artefatos tinham registro e eram do pai, Raad Massouh. Ele não apresentou a documentação.

No carro, os militares ainda encontraram duas porções de maconha e três adesivos da droga alucinógena LSD. Um passageiro de 21 anos assumiu ser o dono das drogas, que teriam sido adquiridas em São Jorge (GO). O jovem assinou um termo de Compromisso e Comparecimento e foi liberado em seguida. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade