Publicidade

Correio Braziliense

Rodoviários se reúnem em assembleia para decidir se manterão greve

A categoria pede reajuste salarial de 7%. Mais de 300 pessoas se reúnem no Conic


postado em 23/09/2018 09:58 / atualizado em 23/09/2018 10:13

(foto: Walder Galvão/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Walder Galvão/Esp. CB/D.A Press)
 
Com greve decretada para esta segunda-feira (24/9), trabalhadores do Sindicato dos Rodoviários se reúnem em assembleia para decidir se irão cruzar os braços. Mais de 300 funcionários da categoria estão no Conic, em frente ao sindicato, onde apresentarão nova proposta do Governo do Distrito Federal (GDF) aos empregados, que irão votar sobre a paralisação. 

Os rodoviários querem reajuste salarial de 7%, valor superior aos 2,7% oferecidos pelas empresas do Sistema de Transporte Coletivo do DF, e o fim da jornada intermitente. Representantes das empresas Picacicabana, Urbi, Marechal, Pioneira e Marechal estão no local. 

Militantes do PT também estão no local com bandeiras e realizando divulgação dos candidatos do partido. Alguns petistas estão no local, entre eles, o candidato da sigla ao GDF, Júlio Miragaya, e o postulante ao Senado Marcelo Neves, além de Erika Kokay e Geraldo Magela, que disputam, respectivamente, uma vaga na Câmara dos Deputados e na Câmara Legislativa. No momento, os funcionários assinam a ata da assembleia para dar início à votação. 

Metroviários 

Na manhã deste sábado (22/9), os metroviários decidiram não entrar em greve, após o GDF e a Companhia do Metropolitano do DF (Metrô-DF) ofereceram acordo de recomposição salarial de mais de 8%, na sexta-feira (21/9). Além disso, por determinação do Tribunal Regional do Trabalho da 10 Região (TRT-10), a empresa deveria convocar 16 concursados do certame de 2013. Alterações nos horários de trabalho dos seguranças e das pessoas que trabalham no metrô também foram garantidas na proposta.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade