Publicidade

Correio Braziliense

Correio promove último debate com sete candidatos ao governo do DF

Os candidatos terão nova oportunidade de detalhar propostas e confrontar os adversários na disputa pelo Palácio do Buriti


postado em 26/09/2018 20:54 / atualizado em 27/09/2018 21:04

O encontro será realizado na próxima quarta-feira (3/10)(foto: CB/D.A Press)
O encontro será realizado na próxima quarta-feira (3/10) (foto: CB/D.A Press)

O Correio Braziliense promoverá, na próxima quarta-feira (3/10), o segundo debate com sete candidatos na disputa pelo Palácio do Buriti. O evento será no estúdio da TV Brasília e terá transmissão ao vivo pela televisão, pelo Facebook, pelo Twitter e pelo YouTube do Correio, a partir das 17h. Os concorrentes ao Governo do Distrito Federal terão mais uma oportunidade de apresentar propostas e projetos à população do Distrito Federal e discutir ideias com os rivais na corrida eleitoral pelo poder. A edição impressa do Correio, no dia seguinte, contará com uma cobertura detalhada do debate e das propostas apresentadas.

Os candidatos Alberto Fraga (DEM), Eliana Pedrosa (Pros), Fátima Sousa (PSol), Ibaneis (MDB), Miragaya (PT), Rodrigo Rollemberg (PSB) e Rogério Rosso (PSD) confirmaram presença no segundo debate, que será realizado com todos os políticos filiados a partidos com pelo menos cinco representantes no Congresso Nacional. Essa é uma regulamentação da Lei nº 13.488/2017, sancionada em 6 de outubro do ano passado, e mais conhecida como minirreforma eleitoral. A regra vale para a transmissão de debates por emissoras de rádio ou televisão.
 
O primeiro debate promovido pelo Correio ficou marcado pelo bate-boca entre o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) e Rogério Rosso (PSB), em que o atual ocupante do Palácio do Buriti ironizou a pergunta de Rosso sobre um possível reajuste salarial à Polícia Militar e ao Corpo de Bombeiros, dizendo que o candidato deveria "ter como Secretário de Fazenda o Mágico de Oz ou o Papai Noel".

Regras

O debate contará com cinco blocos e será mediado pela editora-chefe da TV Brasília, Simone Souto. Na primeira parte, os jornalistas do Correio farão perguntas para cada um dos candidatos, e escolherão outro concorrente para comentar a resposta. Cada participante terá dois minutos para a resposta. A ordem será sorteada previamente em reunião com os assessores dos candidatos.

O segundo bloco será candidato contra candidato. Cada um terá direito a um minuto para fazer pergunta a qualquer dos oponentes. O escolhido terá o dobro de tempo para elaborar a resposta. O direito de réplica e de tréplica será concedido com o tempo de um minuto para cada uma das situações.

Cada candidato poderá ser escolhido até duas vezes em cada bloco, com ordem de pergunta também sorteada previamente. Se houver candidato que não foi escolhido para resposta, ele falará durante dois minutos, sem direito a réplica e a tréplica.

No terceiro bloco, novamente jornalistas farão questionamentos aos postulantes ao cargo de chefe de executivo local. No último quadro, os candidatos terão dois minutos para fazer as considerações finais, com ordem mais uma vez definida em sorteio prévio.
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade