Publicidade

Correio Braziliense

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros passará a cobrar entrada

Ingressos custarão até R$ 34. Cobrança só deve começar no ano que vem


postado em 03/10/2018 13:08 / atualizado em 03/10/2018 19:05

A administração do Parque nacional da Chapada dos Veadeiros deve firmar, em breve, uma parceria com a iniciativa privada(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)
A administração do Parque nacional da Chapada dos Veadeiros deve firmar, em breve, uma parceria com a iniciativa privada (foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)

A decisão do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) de reajustar o valor de entrada para os parques nacionais fará com que o ingresso no Parque da Chapada dos veadeiros, hoje gratuito, passe a variar de R$ 3 a R$ 34. A medida também vai aumentar o preço da entrada da Água Mineral, em Brasília.
 
De acordo com o ICMBio, os ingressos de pelo menos 16 parques serão atualizados. A maioria dos reajustes ocorre a partir de 1º de novembro, mas, na Chapada, a cobrança só será iniciada no ano que vem, segundo o analista ambiental e chefe do local, Fernando Tatagiba.
 
O analista informa que a medida será tomada após uma parceria com a iniciativa privada ser concretizada. "Estamos construindo, com alguns órgãos, como o ICMBio, um edital que dará início a uma concessão, e, a partir de então, será cobrada a entrada para o parque”, explicou. Segundo Tatagiba, o valor dos ingressos será em torno de R$ 34 para estrangeiros, R$ 17 para brasileiros e R$ 3 para os moradores do entorno do parque.
 
O analista acredita que a cobrança pode afetar a visitação ao local, mas o reflexo será apenas no primeiro momento. "Há estimativa de uma redução inicial nas visitações, mas não será acentuada. A redução não será superior a 20% do público que recebemos atualmente”, calcula.

Pelo Brasil

Outra unidade de conservação famosa, o Parque Nacional do Iguaçu (PR), um dos mais visitados do Brasil, cobrará R$ 28 para brasileiros, R$ 42 para estrangeiros do Mercosul e R$ 6 para moradores do entorno da reserva.

Outros parques famosos, como o Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha (PE), Parque Nacional Marinho de Abrolhos (BA), Parque Nacional do Caparaó (MG), Parque Nacional da Serra da Capivara (PI) e Parque Nacional da Serra da Canastra (MG), também tiveram seus valores atualizados. Apesar disso, as entradas de idosos e de crianças de até 12 anos permanecem gratuitas.

De acordo com o ICMBio, os ingressos dos parques nacionais são reajustados anualmente, obedecendo ao Índice de Preços ao Consumidor (IPCA), com vistas a repor as perdas inflacionárias. Os novos valores podem ser conferidos na Portaria nº 831, de 28 de setembro de 2018, disponíveis no site do Instituto.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade