Publicidade

Correio Braziliense

Vídeo: Ibaneis é alvo de protesto devido a suposto calote; equipe nega

Grupo se reuniu em frente do comitê do candidato acusando a campanha de Ibaneis de não pagar por serviços prestados. Equipe de campanha diz que todos os contratados foram pagos


postado em 03/10/2018 14:14 / atualizado em 03/10/2018 14:19

(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)
 
O candidato do MDB ao Governo do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, foi alvo de protestos na manhã desta quarta-feira (3/10). Um grupo de pessoas foi ao comitê do emedebista, no trecho 3 do SIA, reclamar que não havia recebido por trabalhos de campanha. A equipe de Ibaneis afirma, porém, que todos os trabalhadores foram pagos e que o protesto foi "plantado" por opositores para "tumultuar".

Em vídeos que passaram a circular nas redes sociais (assista abaixo), é possível ver o grupo entoando cantos ofensivos ao candidato, como "o Ibaneis não me pagou". Também se referem ao emedebista como "Enganeis" e dizem para ele "voltar para o Piauí". Nascido em Brasília, o ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal (OAB-DF) é filho de piauienses e passou parte da infância no estado nordestino.
 
 

Também no protesto, uma mulher diz que "trabalha e quer receber". A mesma mulher reconhece não ter feito contrato com o candidato do MDB, mas diz ter entregue documentos à equipe de Ibaneis. Já outro homem acusa a coordenação de campanha do emedebista de não pagar os prestadores de serviço e aventa a possibilidade de o cabeça de chapa sequer saber da situação.

Procurada pela reportagem, a equipe de Ibaneis afirmou que todas as pessoas que têm contrato com a campanha foram pagas, sendo que algumas delas, inclusive, receberam o dinheiro nesta quarta-feira. Também segundo a equipe do candidato, o protesto teria sido "plantado" por oponentes, com o objetivo de "tumultuar" a campanha.

De acordo com a última pesquisa do instituto Datafolha — divulgada em 28 de setembro —, Ibaneis lidera as pesquisas de intenção de voto. O candidato do MDB subiu 11 pontos percentuais, ultrapassou Eliana Pedrosa (PROS) e assumiu o primeiro lugar, com 24%. 

Nesta quarta-feira, Ibaneis e outros seis candidatos ao Buriti participam do último debate antes do primeiro turno das eleições. O encontro, promovido pelo Correio Braziliense, acontece às 17h, com transmissão pela TV Brasília e pelas redes sociais do Correio.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade