Publicidade

Correio Braziliense

Rogério Rosso em carreata diz ter confiança no segundo turno

O candidato ao Buriti percorreu o centro de Ceilândia e o Sol Nascente em clima de festa


postado em 06/10/2018 13:46 / atualizado em 06/10/2018 13:46

Rogério (Rosso) em trio elétrico durante carreata em Ceilândia. Candidato está confiante de que irá para o segundo turno das eleições(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
Rogério (Rosso) em trio elétrico durante carreata em Ceilândia. Candidato está confiante de que irá para o segundo turno das eleições (foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
No último dia antes das eleições, o candidato ao governo do Distrito Federal Rogério Rosso (PSD) esbanjou confiança no que chamou de "carreata da vitória", ao lado do companheiro de partido e candidato a deputado distrital Robério Negreiros. Os carros partiram da estação Guariroba, em Ceilândia, e percorreram o centro da cidade mais populosa do Distrito Federal, além do setor habitacional Sol Nascente. O candidato a federal e atual vice-governador Renato Santana (PSD) também subiu no trio-elétrico que liderava a comitiva.
 
Com muitas bandeiras e em meio ao buzinaço, Rosso e os cabos eleitorais falavam com tranquilidade na disputa no segundo turno, apesar de a última pesquisa eleitoral DataFolha, de 8 de outubro, apontá-lo em quarto lugar, com 10% das intenções de voto, tecnicamente empatado com Eliana Pedrosa (Pros) e Rodrigo Rollemberg (PSB).
 
"Neste domingo alguns institutos de pesquisa vão ser desmoralizados. Nosso termômetro é a rua, a opinião das pessoas e acompanhamentos internos. Nunca estive mais animado do que agora. Com a soberana vontade da população nós vamos ganhar", comemorou o pessedista.
 
Candidatos Robério Negreiros, Renato Santana e Rogério Rosso participaram de carreata em Ceilândia(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
Candidatos Robério Negreiros, Renato Santana e Rogério Rosso participaram de carreata em Ceilândia (foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
Ele, que participou do último debate dos candidatos ao Buriti realizado pelo Correio Braziliense e TV Brasília, avaliou como um bom momento e comentou as acusações de compra de votos que pesam sobre o adversário do MDB, o advogado Ibaneis Rocha. "Eu confio na Justiça. Uma eleição não pode ser feita na base do dinheiro como tem sido e sim nas propostas”. Amanhã, Rosso votará pela manhã em um colégio do Lago Sul de onde seguirá para acompanhar a apuração com a família na casa dos pais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade