Publicidade

Correio Braziliense

Traficantes de classe média são presos em operação da Polícia Civil

Jovens estudantes de 18 a 30 anos, de classe média e média alta, são acusados de traficar drogas "gourmet". Entre os entorpecentes, maconha, cocaína, LSD, NBHO


postado em 11/10/2018 09:26 / atualizado em 11/10/2018 16:57

(foto: Crédito: Cristiano Gomes/CB/D.A Press.)
(foto: Crédito: Cristiano Gomes/CB/D.A Press.)
Investigadores da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) cumpriram 10 mandados de busca e apreensão contra traficantes de classe média e média alta no Distrito Federal. Os alvos, em sua maioria, são estudantes universitários com idades entre 18 e 30 anos.

 

De acordo com as investigações, eles usavam aplicativos de mensagens instantâneas para vender maconha, LSD, NBHO, cocaína e LSD. Segundo informações preliminares da polícia, eles comercializam os entorpecentes para sustentar o próprio consumo. 

 

No último mês, o Correio noticiou alguns casos de estudantes univesitários presos acusados de tráfico. Entre eles, o caso de um traficante de de 28 anos, na comercial da 208 Norte, em 10 de setembro. A prisão foi efetuada por policiais da Coordenação de Repressão às Drogas da Polícia Civil (Cord). Na casa do suspeito, os investigadores encontraram skunk (derivado da maconha), haxixe, entre outras drogas. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade