Publicidade

Correio Braziliense

Destino turístico, Chapada dos Veadeiros é cedida a iniciativa privada

O contrato é de 20 anos. A previsão é que a partir do segundo semestre de 2019 o visitante terá que pagar, no máximo, R$ 33 para acessar o parque


postado em 22/12/2018 23:13 / atualizado em 22/12/2018 23:14

Chapada dos Veadeiros é patrimônio natural da humanidade(foto: Fernando Tatagiba/ICMBio)
Chapada dos Veadeiros é patrimônio natural da humanidade (foto: Fernando Tatagiba/ICMBio)
Destino turístico da maior parte dos brasilienses em férias e recessos, o Parque Nacional Chapada dos Veadeiros, que fica a aproximadamente 270 quilômetros de Brasília, será gerenciado por iniciativa privada. A área de cerrado, até hoje administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade (ICMBio), passa a ser comandada pela empresa Parquetur Participações S.A.

Nesta semana, o ministro do Meio Ambiente e o presidente do ICMBio assinaram a concessão de serviços de uso público da Chapada. A previsão é que a partir do segundo semestre de 2019, o visitante terá de pagar, no máximo, R$ 33 para acessar o parque. 

O governo federal, no entanto, informou que a Parquetur e a e a Socicam Terminais Rodoviários e Representações vão investir R$ 14 milhões em melhorias na estrutura de uso público do parque para estimular o turismo de aventura e ecológico. 

O contrato é de 20 anos e a expectativa é que a parceria ajude na conservação da biodiversidade e do desenvolvimento local. 

Entre as responsabilidades da Sociparque está a melhoria da infraestrutura de apoio aos visitantes, implementação e manutenção de exposição permanente no Centro de Visitantes sobre as riquezas naturais do parque e garantir a adequação das vias de acesso internas, das trilhas e da sinalização. 

Cobrança de ingresso

A Portaria nº 624, de setembro de 2017, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) previa a atualização da tabela de cobrança de entrada às áreas de conservação federais. A mudança afeta o Parque Nacional Chapada dos Veadeiros, que hoje tem entrada gratuita e passará a ter cobrança de ingresso a partir do segundo semestre de 2019. 

O ingresso para o público geral custará R$ 33. Aos brasileiros, o valor será de R$ 17; aos residentes no Mercosul, R$ 25; e os moradores das proximidades do parque, R$ 3.

O parque

O Parque Nacional Chapada dos Veadeiros foi declarado Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco, em 2001. Localizado no nordeste do Estado de Goiás, entre os municípios de Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante e Colinas do Sul, o parque abrange uma área de 240.586,56 hectares de cerrado de altitude, formações vegetais únicas, centenas de nascentes e cursos d’água, rochas com mais de um bilhão de anos e preserva áreas de antigos garimpos. O local é aberto para visitação durante todo o ano.

Em outubro do ano passado, um incêndio atingiu 66,014 mil hectares, o equivalente a 28% do parque. As ações de combate envolveram o ICMBio, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Corpo de Bombeiros do Distrito Federal e de Goiás, além do Grupo Ambientalista do Torto (GAT). 

O Parque Nacional Chapada dos Veadeiros fica aberto para visitação de terça a domingo. É possível entrar entre as 8h e as 12h, e a saída é permitida até as 18h.

A visitação é limitada por trilha: na Travessia das Sete Quedas é permitido acampar 30 pessoas por noite; na Trilha dos Saltos, podem visitar 250 pessoas por dia; na Trilha dos Cânions e Cariocas, 200; e na Trilha da Siriema, 30.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade