Publicidade

Correio Braziliense

Vítima de linchamento no Paranoá tentou matar morador durante roubo

O homem usou uma faca para assaltar um casal. Uma vítima reagiu e levou dois golpes. Ao gritar por socorro, o suspeito foi agredido por pelo menos sete pessoas


postado em 11/03/2019 23:52 / atualizado em 12/03/2019 18:25

A vítima tem 23 anos, e segundo a PCDF, foi espancada após tentar roubar um casal de namorados(foto: Divulgação/Polícia Civil)
A vítima tem 23 anos, e segundo a PCDF, foi espancada após tentar roubar um casal de namorados (foto: Divulgação/Polícia Civil)

vítima de um linchamento em rua pública, no Paranoá Parque, foi identificada por agentes da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá). O homem tem 23 anos, é morador de Sobradinho 2, e foi atacado após cometer uma tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte). O caso aconteceu entre a noite de sábado (9/3) e a madrugada de domingo (10/3). Ele foi socorrido ao Hospital Regional do Paranoá, com ferimentos no rosto, na orelha e no dedo.

 

Segundo o delegado Luiz Gustavo Neiva, adjunto da 6ª DP, o linchamento foi motivado pela tentativa de latrocínio. "O suspeito abordou um casal de namorados usando uma faca. Ele queria levar um celular. O homem reagiu à ação e entrou em luta corporal com o criminoso. Ele deu duas facadas na vítima de roubo, uma na altura da costela e outra no braço. Ferido, o homem gritou 'ladrão, ladrão' e as pessoas se juntaram em volta", explica. 

 

Homem foi cercado por agressores e pisoteado até ficar desacordado(foto: Reprodução/Polícia Civil)
Homem foi cercado por agressores e pisoteado até ficar desacordado (foto: Reprodução/Polícia Civil)
A vítima da tentativa de latrocínio participou das agressões. As facadas não o colocaram em risco de vida. Em um vídeo divulgado nas redes sociais é possível ver a brutalidade. A filmagem tem 25 segundos e mostra o homem levando chutes e pisões na cabeça. A polícia ainda não identificou os demais envolvidos no linchamento, que só foi interrompido após um jovem tentar acalmar o grupo, que tinha cerca de sete pessoas. 

 

As duas vítimas do homem linchado registraram boletim de ocorrência. Após receber alta, o suspeito foi encaminhado à unidade policial, onde acabou autuado por tentativa de latrocínio. Ele já tinha passagens. Como o jovem que sofreu a tentativa de assalto participou das agressões, responderá por lesão corporal, assim como os demais envolvidos no linchamento. 

 

"O caso chama a atenção por ser um caso em que a população decide fazer justiça com as próprias mãos, o que é perigoso. O crime recorda o caso do roubo e estupro da Rafaela (Martins Cardoso, em Águas Lindas de Goiás), pois um dos autores foi morto durante um linchamento. É o segundo caso evidente que mostra a revolta da população, que chega ao ponto de fazer esse tipo de violência", analisa o delegado Luiz Gustavo. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade