Publicidade

Correio Braziliense

Colegas resgatam vídeo de Marizelli puxando grito de guerra; assista

Bombeira, que morreu após ser atingida por uma árvore e fios de alta tensão neste domingo (15/9), era conhecida pela alegria


postado em 15/09/2019 21:15 / atualizado em 15/09/2019 21:57

 
Logo após a confirmação da morte da bombeira Marizelli Armelinda Dias, 31 anos, amigos do Corpo de Bombeiros já iniciavam as primeiras homenagens. Colegas da soldado resgataram um vídeo em que ela puxa um grito de guerra em um ônibus da corporação.
 
Nas imagens, é possível ver a soldado empolgada, sendo acompanhada pelos companheiros de farda. Chamada de Zelli pelos amigos, ela era conhecida pela alegria. Sempre disposta a ajudar os amigos, familiares e colegas, se desdobrava para se doar por inteiro na missão de ser mãe e combatente. 
 
O segundo sargento Demerson Assis de Almeida, que trabalhava na mesma ala que Zelli, afirmou que conheceu poucos colegas com a garra e alegria da soldado. "Uma pessoa de um sorriso invejável, um espírito de companheirismo e vontade de aprender e viver." 
 
Marizelli morreu neste domingo (15/9), depois de ser atingida por uma árvore e um fio de alta tensão durante trabalho de combate a um incêndio florestal na QNL 02, de Taguatinga. Ainda entre as homenagens, o 2º tenente do Corpo de Bombeiros Cleônio Dourado de Souza escreveu um texto em que chama a colega de "anjo laranja".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade