Publicidade

Correio Braziliense

Polícia prende integrante de grupo de extermínio foragido desde 2013

Flávio Nunes fugiu da prisão em Luziânia com outros sete detentos. Para despistar a polícia, adotou uma nova identidade e se mudou para o DF


postado em 16/10/2019 20:50

Flávio e outros sete presos fugiram do Centro de Prisão Provisória em fevereiro de 2013(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Flávio e outros sete presos fugiram do Centro de Prisão Provisória em fevereiro de 2013 (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Um foragido do Centro de Prisão Provisória de Luziânia foi capturado pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) seis anos após a fuga. Flávio Nunes Lima, 30 anos, vivia com a família no DF, trabalhava como garçom e adotou uma nova identidade para não ser encontrado. Ele é apontado como membro de um grupo de extermínio e só passou a ser alvo novamente após ser apontado como principal suspeito de cometer um homicídio. 

A 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires) passou a investigar o homem por ser o provável autor de um assassinato cometido em maio deste ano, em Vicente Pires. O crime teria sido motivado por tráfico de drogas. "Mesmo com outra identidade, ele (Flávio) se manteve no mundo do crime. Reportagens do Correio da época da fuga ajudaram na identificação", conta o delegado Ângelo Roncalli, responsável pelo caso. 

Flávio foi preso em Samambaia, para onde havia se mudado recentemente. Ele apresentou um documento falso, motivo pelo qual também foi autuado por falsidade ideológica. Ele permanecerá preso no DF até que as investigações do homicídio sejam concluídas. "Estamos realizando exames periciais que vão contribuir para o avanço no caso. Depois, será recambiado para Goiás, onde responderá pelos crimes anteriores", afirma Roncalli. 

Flávio é um dos oito presos foragidos da prisão em Luziânia, em fevereiro de 2013. A fuga ocorreu pela manhã, quando, segundo a Agência Goiana de Sistema de Execução Penal (Agsep), os presidiários serraram a grade da cela da ala A e saíram pela entrada que cobre o pátio do banho de sol.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade