Publicidade

Correio Braziliense

Feminicídio: Necivânia é sepultada no cemitério do Gama

Os filhos da vítima foram consolados por parentes e amigos


postado em 16/11/2019 11:35

(foto: Renata Rios/CB/D.A Press)
(foto: Renata Rios/CB/D.A Press)

Familiares e amigos se reuniram, na manhã deste sábado (16/11), na capela 3 do Cemitério Campo da Esperança do Gama para se despedir de Necivânia Eugênio de Caldas, 37 anos, morta pelo companheiro Francisco Dias Borges, 34 anos, na tarde de quinta-feira (14). 

O filho mais velho, Gabriel Alves, 17 anos, conta que falou com a mãe cerca de 20 minutos antes do crime. Ela teria saído da delegacia, onde teria pedido auxílio de policiais para buscar alguns pertences na casa onde morava com Francisco. "Ela estava estudando e ia começar um estágio na segunda. Estava tão feliz que o sonho dela estava se realizando", relembra. 

Segundo a cunhada da vítima, Fabiana da Silva Gomes, esse não foi o primeiro caso de agressão no relacionamento dos dois. "Ela pediu ajuda para a polícia. Ele ameaçava ela. Ela já estava angustiada", acrescenta. 

(foto: Renata Rios/CB/D.A Press)
(foto: Renata Rios/CB/D.A Press)


No sepultamento, que ocorreu às 10h30, os filhos eram consolados por parentes e amigos. Em meio a abraços e lágrimas, o pequeno Matheus 8 anos, que presenciou o crime repetia, aos prantos, que nunca mais veria a mãe.

Feminicídio


O crime aconteceu na tarde de quinta-feira, quando Francisco Dias Borges, 34 anos, esfaqueou a ex-esposa, com quem era casado havia oito anos, na frente do filho em Santa Maria. 

Eles estavam separados havia uma semana, quando Necivânia, cansada da rotina de agressões, decidiu morar com o pai, em Santa Maria. Sem aceitar o fim do relacionamento, Francisco fez diversas ameaças antes assassiná-la.

A vítima voltava para casa com o filho em uma motocicleta quando foi surpreendida pelo agressor. Ele chutou o veículo, a derrubou no chão, e então desferiu os golpes de faca. O menino correu para casa pedindo socorro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade