Publicidade

Correio Braziliense

Por causa das chuvas, 37 mil imóveis ficaram sem luz no DF

Temporal da sexta-feira (13/12) atingiu diversas regiões da capital. Segundo a CEB, casos gerais foram solucionado


postado em 14/12/2019 10:48

Chuvas causaram estragos e falta de luz no DF na sexta-feira (13/12)(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)
Chuvas causaram estragos e falta de luz no DF na sexta-feira (13/12) (foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)
As chuvas fortes da sexta-feira (13/12) causaram falta de energia em 37 mil imóveis do Distrito Federal, segundo levantamento da Companhia Energética de Brasília (CEB). 

 

A região mais atingida pelo problema, de acordo com os dados divulgados neste sábado (14/12) pela CEB, foi o Plano Piloto, onde 12,2 mil imóveis ficaram sem luz. No Sudoeste, segundo local com maior número de registros, houve 9,5 mil casos contabilizados pela estatal. 

 

De acordo com o CEB, todas as faltas de energia gerais foram solucionadas. "Nossas equipes operacionais iniciaram imediatamente o atendimento nas regiões mais críticas, realizando manobras elétricas e alocando as equipes de plantão e equipes extras foram acionadas para reforçar a atuação nos diversos pontos que registraram falta de energia geral pela cidade", diz nota da companhia. 

 

A CEB orienta aos moradores que tiverem algum problema que procurem os canais de atendimento por meio do número 116 ou pelo aplicativo CEB Distribuição.

 

Estragos

 

As tempestas da sexta-feira causaram estragos em vários pontos do Distrito Federal, com registros de quedas de árvores e outros problemas.

 

Ver galeria . 4 Fotos Carlos Vieira/ CB/ DAPress
(foto: Carlos Vieira/ CB/ DAPress )
 

 

Na Asa Norte, o vento forte derrubou uma árvore de médio porte na rua das oficinas, na 706, próximo à W3. A árvore atingiu um prédio residencial da quadra e bloqueou a passagem de veículos na rua.

 

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as chuvas devem dar tréguaneste sábado. A previsão é de que possa haver apenas precipitações em áreas isoladas. 


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade