Publicidade

Correio Braziliense

Sob forte esquema de segurança, Marcola faz exames no Hospital de Base

Apontado como líder do PCC, Marcos Camacho foi transferido de helicóptero até o Plano Piloto para realizar exames


postado em 21/01/2020 09:57

(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
Sob forte esquema de segurança, o traficante Marcos Willians Herbas Camacho,  conhecido como Marcola, passou por exames no Instituto Hospital de Base de Brasília, na manhã desta terça-feira (21/1). O criminoso, condenado a mais de 300 anos de prisão, foi transferido do Presídio Federal, em São Sebastião, de helicóptero até o Plano Piloto.

 

A transferência ficou a cargo do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e contou com o reforço de homens da Força Nacional e do Exército Brasileiro. Marcola, apontado como líder do Primeiro Comando Capital (PCC), passou por exames de rotina, mas que exigem equipamentos melhores e por isso precisou deixar o complexo prisional. 

 

Marcola foi transferido para Brasília em março do ano passado. Desde então, a Polícia Civil e a Polícia Militar vem frustrando tentativas do PCC de se instalar no DF. Na época, o governador Ibaneis Rocha protestou contra a decisão do ministro da Justiça, Sérgio Moro, de alocar Marcola na capital do país.

 

A avaliação é que a presença dele e outros lideres da facção prejudicam a segurança da capital e atrai o PCC para uma região sensível em termos de segurança, onde fica a sede dos Três Poderes. As autoridades já descobriram um plano para resgatar o traficante. Por conta disso, a segurança foi reforçada com tropas das Forças Armadas.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade