Publicidade

Correio Braziliense

Polícia prende homem ligado à facção PCC na Estrutural

Ação de militares ocorreu na noite de quinta-feira (13/2). Homem foi o segundo preso ligado à facção criminosa no dia


postado em 14/02/2020 09:08 / atualizado em 14/02/2020 09:36

Entre os itens encontrados com o homem, havia porções de drogas, um revólver e R$ 360, em dinheiro(foto: Divulgação/PMDF)
Entre os itens encontrados com o homem, havia porções de drogas, um revólver e R$ 360, em dinheiro (foto: Divulgação/PMDF)
Um homem ligado à organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) foi preso na noite dessa quinta-feira (13/2) na Cidade Estrutural. Por volta das 21h, policiais militares abordaram o suspeito e, ao verificar a identidade dele, constataram que ele fazia parte do grupo que comanda rebeliões em presídios, assaltos, sequestros e assassinatos em diferentes regiões do Brasil. O homem foi o segundo suspeito de ligações com a faccção preso no dia.

De acordo com as informações divulgadas pela polícia militar, integrantes do Grupo Tático Operacional (Gtop) viram quando o homem corria para dentro de um prédio na Quadra 2 da cidade. Os militares o seguiram e, durante a abordagem, viram que ele estava com uma porção de maconha.

Os policiais fizeram uma vistoria no local em que o homem estava e encontraram um revólver calibre 38, munições, porções de cocaína, uma balança de precisão e R$ 360. 

O homem foi considerado perigoso, por ser identificado como membro do PCC. Ele foi encaminhado para a 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul), e vai responder por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e de munições.

Outra prisão

Horas antes da abordagem dos militares, a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu um outro integrante ligado ao PCC,que atuava no Distrito Federal. Reinaldo da Silva Xavier, 29 anos, era conhecido na facção criminosa como Zé do Caixão e estava foragido desde 2018.
 
Policiais o encontraram em uma distribuidora de bebidas, no Setor Arniqueira, após um trabalho de monitoramento. Havia dois mandados de prisão contra o suspeito. Ele foi levado para a carceragem da PCDF. Se for condenado, a pena de Reinaldo pode chegar a 100 anos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade