Publicidade

Correio Braziliense

Exame de coronavírus dá positivo em paciente de Brasília, confirma Ibaneis

Governador Ibaneis Rocha confirma ao Correio que o primeiro exame deu positivo para coronavírus, mas falta ainda a confirmação da contraprova. Trata-se de uma moradora do Lago Sul, de 51 anos


postado em 05/03/2020 16:02 / atualizado em 05/03/2020 19:00

(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, confirmou ao Correio, nesta quinta-feira (5/3), que o exame para coronavírus de uma paciente de Brasília deu positivo. Trata-se de uma moradora do Lago Sul, de 51 anos. Segundo o governador, no entanto, falta ainda a contraprova para que o caso seja considerado confirmado.

 

A paciente deu entrada no pronto-socorro do Hospital Daher, no Lago Sul, em 4 de março de 2020, às 21h32. Apresentava um quadro de astenia (perda de força física), prostração, inapetência, tosse predominantemente com secreção e dispneia (falta de ar) aos mínimos esforços. Os primeiros sintomas apareceram há sete dias. 

 

Ver galeria . 4 Fotos Minervino Junior/ CB/ DAPress
(foto: Minervino Junior/ CB/ DAPress )

Paciente viajou a Londres

Segundo informações prestadas à equipe médica, a paciente passou oito dias em Londres. Ela deu entrada em um hospital particular acompanhada do marido, que também a acompanhou na viagem à Inglaterra

 

De acordo com a equipe da Secretaria de Saúde, a paciente foi conduzida conforme protocolo para coronavírus desde admissão até internação. A equipe médica avalia a transferência da paciente para o Hospital Regional da Asa Norte (Hran). 

Oito casos já confirmados no país

Também nesta quinta-feira, o Ministério da Saúde afirmou que, no Brasil, já são oito casos confirmados de Covid-19 (com a contraprova já realizada). Seis casos são de São Paulo; um, do Rio de Janeiro; e outro, do Espírito Santo. Até a quarta-feira, eram apenas três casos confirmados.

Ainda segundo o ministério, já há casos de transmissão local do novo coronavírus no Brasil. Isso significa que foram identificados pacientes que foram infectados mesmo sem deixar o país. Dois dos novos casos confirmados em São Paulo são de pacientes que pegaram o vírus após contato com o primeiro paciente confirmado no país, um homem de 61 anos, infectado após viagem à Itália. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade