Publicidade

Correio Braziliense

Saúde solicita apoio do Exército para montar hospital de campanha na Papuda

O objetivo da pasta é conter a disseminação do novo coronavírus no presídio, depois da confirmação do primeiro interno contaminado. A ação ocorreu nesta quinta-feira (9/4), durante reunião com a SSP, MPDFT, TJDFT e PCDF


postado em 09/04/2020 20:26 / atualizado em 09/04/2020 21:41

(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)
(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)
A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) pediu apoio ao Exército Brasileiro para instalar um hospital de campanha, inicialmente, no Complexo Penitenciário da Papuda, para evitar a disseminação do novo coronavírus entre a população carcerária da capital federal. O pedido foi realizado nesta quinta-feira (9/4), após a confirmação do primeiro interno contaminado com a doença. A pasta, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF), o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDF), o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) e a Polícia Civil (PCDF) discutem medidas para conter o avanço da pandemia dentro dos presídios.
 
A Saúde solicitou o apoio do Exército para conseguir realizar o atendimento aos detentos dentro das unidades prisionais. A pasta pediu equipamentos e leitos dotados de respiradores para conseguir promover o trabalho nesses locais. Além disso, os militares irão promover limpeza e desinfecção das instalações do Centro de Internamento e Reeducação (CIR), unidade que apresentou 10 policiais penais contaminados. Todos estão afastados das funções. 
 
Após a primeira ação no CIR, a higienização também deve ser estendida para  os demais estabelecimentos prisionais, a começar pelo Centro de Detenção Provisória (CDP), com policiais penais treinados para aplicar as técnicas de limpeza empregadas.
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade