Publicidade

Correio Braziliense

Secretaria de Saúde e BRB distribuíram 5,8 mil medicamentos

Ação conjunta já entregou medicação para 3.924 pacientes cadastrados nas farmácias de alto custo. Iniciativa diminuiu filas


postado em 18/05/2020 13:56 / atualizado em 18/05/2020 14:22

Um total de 33 mil pacientes estão cadastrados para receber medicamentos de alto custo (foto: Acácio Pinheiro / Agência Brasília )
Um total de 33 mil pacientes estão cadastrados para receber medicamentos de alto custo (foto: Acácio Pinheiro / Agência Brasília )
Iniciativa da Secretaria de Saúde (SES) e o Banco de Brasília (BRB) para evitar filas e aglomerações durante a pandemia do coronavírus nas farmácias de alto custo do DF já entregou, no mês de abril, 5,8 mil medicamentos nas residências de 3.924 pacientes cadastrados. Para isso, foi assinado um convênio no valor de R$ 10,8 milhões.

No total, 33 mil pacientes estão cadastrados para receber medicamentos de alto custo nas três farmácias. Em pouco mais de um mês de experiência, o principal resultado observado pelos gestores foi a diminuição das filas de espera das farmácias de alto custo, o que reduziu as aglomerações. Com a entrega em domicílio, a média atual tem sido de 250 dispensações presenciais diárias – número que, antes da iniciativa, era de 450 por dia.

De acordo com a diretora de assistência farmacêutica da SES, Samara Carneiro, as filas reduziram em cerca de 60% na farmácia de alto custo de Ceilândia, e aproximadamente 50% nas unidades do Gama e da 102 Sul. “Nunca houve algo assim na Secretaria de Saúde”, ressalta. Ela informa que as três unidades das farmácias de alto custo seguem em funcionamento presencial normal.

Apesar de alguns pacientes não terem recebido os medicamentos em abril, a diretora lembrou que eles serão priorizados nas próximas entregas, com todos os cadastrados sendo atendidos em casa. “Estamos aprimorando os fluxos e rotas para, se possível, incluir outros usuários, também vulneráveis no serviço de entrega domiciliar”, afirma.


Como funciona

Quem quiser agendar o recebimento dos remédios em casa, o paciente com cadastro atualizado na farmácia deve ligar para o número 3029-8080, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. Só pode receber os medicamentos o próprio paciente ou um representante legal, que também deve estar cadastrado na farmácia.

Para entrega em domicílio, é necessário que o paciente já esteja retirando o medicamento com cadastro regularizado. Novos pacientes no serviço deverão, primeiramente, passar por uma consulta farmacêutica para receber o fármaco antes de ele ser entregue em casa.

Para tirar dúvidas sobre atendimento e informações sobre a entrega em casa, o paciente pode ligar diretamente nas unidades. Para mais informações, acesse o site http://www.saude.df.gov.br/componente-especializado/.


Enfrentamento

Algumas mudanças foram implementadas nas farmácias de alto custo para enfrentamento da covid-19. Nas três unidades – Gama, Ceilândia e Asa Sul –, os servidores organizam a entrada dos pacientes, respeitando a distância de pelo menos dois metros entre as pessoas. Além de ter à disposição álcool gel para higienização das mãos, quem apresenta algum sintoma gripal recebe máscara.

Farmácias de alto custo


Asa Sul: Estação 102 Sul do Metrô, Subsolo – Ala Comercial, Asa Sul. Telefone e WhatsApp: (61) 4042-6774.
e-mail: gemex.ses@gmail.com


Ceilândia: EQNM 18/20, blocos A e C – Praça do Cidadão, Ceilândia. Telefone e WhatsApp: (61) 4042-6773.
e-mail: ceafceilandia@gmail.com


Gama: Praça 1, s/nº – Setor Leste, Gama. Telefone e WhatsApp: (61) 4042-6771. e-mail: nfcegama@gmail.com

*Com informações da Agência Brasília

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade