Publicidade

Correio Braziliense

Empresas agora podem registrar atas assinadas fisicamente

Mudança na regra busca diminuir gastos de empresários na pandemia de coronavírus


postado em 29/05/2020 16:09 / atualizado em 29/05/2020 17:12


Medida permitirá que empresas economizem no certificado digital(foto: Geison Guedes/Esp. CB/D.A Press)
Medida permitirá que empresas economizem no certificado digital (foto: Geison Guedes/Esp. CB/D.A Press)
A Junta Comercial, Industrial e Serviços do Distrito Federal (Jucis-DF), em acordo com o Departamento Nacional de Registro Empresarial e Integração (Drei), passará a registrar atas assinadas fisicamente e encaminhadas em formato PDF. A mudança na regra busca ajudar os empresários na pandemia de coronavírus.

A regra até então era que todos os sócios ou participantes de conselhos deliberativos assinassem digitalmente as atas. A mudança atende aos interesses de várias empresas, pois só precisarão investir em um certificado digital neste momento para validar os documentos, diminuindo os 
gastos das empresas.

O pedido pela alteração foi feito por empresários e atendido pelo presidente da autarquia distrital e pelo órgão federal. “O governador Ibaneis Rocha nos deu a missão de ajudar os setores produtivo e comercial no que pudéssemos e é isso o que temos sempre como objetivo principal”, enfatizou o presidente da Jucis-DF, Walid Sariedine.

No dia 18 de dezembro de 2019, foram lançados os serviços 100% digitais da autarquia. Desde então, empresários e contadores podem resolver todos os processos que envolvem abertura, alteração, regularização ou extinção de negócios exclusivamente pela internet.

Para ter acesso a esses serviços digitais, os empreendedores precisam ter certificados digitais para assinar os documentos protocolados na Junta Comercial. Por isso, o pedido neste momento, pois algumas empresas contam com muitos sócios ou participantes em conselhos deliberativos e seria um investimento a mais agora.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade