Publicidade

Correio Braziliense

Polícia Civil prende ladrão que roubou e agrediu criança de 2 anos

Edinaldo Gonçalves foi encontrado no Núcleo Bandeirante


postado em 31/05/2020 14:15 / atualizado em 31/05/2020 14:42

Polícia Civil divulgou imagem do autor para que possa ser reconhecido por outras vítimas(foto: Divulgação/PCDF)
Polícia Civil divulgou imagem do autor para que possa ser reconhecido por outras vítimas (foto: Divulgação/PCDF)
Agentes da Poícia Civil (PCDF) prenderam, na manhã deste domingo (31/5), o homem que agrediu uma criança de 2 anos, na QE 44 do Guará 2, para roubar um celular. O crime ocorreu em 4 de maio, por volta das 15h. Edinaldo Gonçalves Nogueira da Silva, 55 anos, foi preso por descumprir medida protetiva pedida pela mãe do suspeito. 

Após identificação do autor do assalto, na sexta-feira (29/5), a polícia também observou que no início da semana a mãe de Edinaldo registrou ocorrência de injúria e ameaça contra ele. Mas, durante a noite de sábado (30/5), ele descumpriu a ordem.

"Nesta manhã, por volta das 8h, policiais da 11ª Delegacia de Polícia (Núcleo Bandeirante) localizaram o autor perambulando pelas vias do Núcleo Bandeirante, tendo o mesmo sido preso em flagrante na 4ª DP (Guará) pelo crime de descumprimento de medida protetiva", informou a PCDF. 

Em relação ao assalto e agressão da criança, a polícia apresentou pedido de prisão preventiva, porém a Justiça ainda não se manifestou sobre o assunto. Aos agentes o autor confessou a subtração, mas negou ter agredido a criança. Pelo crime de descumprimento de medida protetiva ele pode pegar de 3 meses a 2 anos e pelo roubo de 4 a 10 anos. 

Edinaldo é responsável por diversos crimes patrimoniais, na maioria praticados no Núcleo Bandeirante. Em ficha criminal, ele possui 18 inquéritos policiais, o primeiro instaurado em 1988. O autor possui seis condenações criminais, 17 mandados de prisão, 7 recomendações de prisão e 66 alvarás de soltura judiciais. 

Crime

De acordo com os investigadores, a mãe emprestou o celular ao filho e ele foi até a porta de casa com o aparelho. Neste momento, o menino foi abordado pelo suspeito, que o agrediu com dois socos na cabeça e fugiu.

Câmeras de segurança flagraram o momento em que o homem age. Nas imagens, ele aguarda na calçada, em frente à casa, antes de ir até o portão e entrar na residência. O suspeito chega a sair e voltar para a calçada, onde aguarda por mais alguns minutos, antes de voltar a invadir a casa e cometer o crime. 
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade