Cidades

Covid-19: DF passa de 29 mil infecções e registra mais nove mortes

Ao todo, 29.825 pessoas estão contaminadas pelo vírus e 353 perderam a vida por causa da doença na capital

Sarah Peres
postado em 19/06/2020 12:31

Samambaia tem visto um  crescimento no número de casos e está em quarto lugar no número de contaminadosOs casos de coronavírus continuam avançando rapidamente pelo Distrito Federal. Até às 12h01 desta sexta-feira (19/6), a Secretaria de Saúde (SES-DF) registrou mais 1.304 diagnósticos positivos da doença, chegando a número superior a 29 mil contaminações. Além disso, o balanço também indica que foram contabilizados nove óbitos pela covid-19, totalizando 353 mortos.

Levantamento da Saúde aponta que dos 29.825 casos, 52 dos pacientes estão em estado grave e 154 têm infecções moderadas. Com o aumento de testes positivos, o reflexo é sentido no serviço de saúde da capital. Dados da pasta apontam a ocupação de 68,93% dos leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) reservados para tratamento da doença na rede pública. Na iniciativa privada, a taxa é de 80%.

Ceilândia, a cidade mais populosa do DF, com 423 mil moradores, também é a área com maior número de casos, com 3.840 doentes. Monitoramento do Governo do Distrito Federal (GDF) indica que o local tem uma das menores taxas de isolamento social: somente 33% dos moradores respeitam as medidas de restrição ; o levantamento mostra que a região ficou atrás do Pôr do Sol (31%) e da Estrutural (26%).

A segunda posição é do Plano Piloto, com 2.198 testes positivos para a covid-19. Depois aparece Taguatinga, com 2.096 contaminados e, em quarto, Samambaia (1.902). Gama está em quinta colocação, com 1.443 pessoas enfermas.


Aumento de casos em três regiões



[SAIBAMAIS]O balanço da secretaria indica crescimento nos casos registrados em outras três regiões administrativas. Até quinta-feira (18/6), apenas o Guará já contabilizava mais diagnósticos que o sistema carcerário. A cidade prossegue em sexto lugar, com 1.052 doentes. No entanto, o levantamento desta sexta (19/6) aponta crescimento em Águas Claras (1.031) e Santa Maria (1.011), que ocupam o sétimo e oitavo lugar no ranking.

Com os novos diagnósticos, portanto, o sistema carcerário cai para a nona posição ; anteriormente em sétimo. São 1.004 internos contaminados pela covid-19 nos presídios, sendo que 894 já se recuperaram. Ou seja, são 108 casos ativos ; e dois óbitos.


Perfil dos contaminados



Quanto ao perfil dos doentes, o levantamento da Saúde mostra que as mulheres representam a maior parte dos casos: 50,8%, com 15.149 testes positivos para o novo coronavírus. O gênero masculino equivale a 49,2% dos doentes (14.676).

A faixa etária com a maior parte dos contaminados é de pessoas entre 30 e 39 anos, com 8,21 mil diagnósticos. Em segundo está o grupo com idades entre 40 e 49 anos (6,69 mil) e, em terceiro, jovens entre 20 e 29 anos, com 5,48 mil infecções.


Óbitos



Assim como nos casos de contaminações, Ceilândia também contabiliza o número de mortes pela covid-19. Dos 353 pacientes do DF que perderam a vida para a doença, 83 residiam na região administrativa, segundo informações da Secretaria de Saúde.

A segunda cidade é Samambaia, com 41 vítimas. Em seguida aparece Taguatinga, com 26 mortos (12.6), e o Plano Piloto, com 22 casos. Na quinta posição está o Recanto das Emas (21), depois Planaltina (19) e Gama (17). Apenas quatro regiões administrativas não registraram mortes de moradores locais, desde o início da pandemia: Cruzeiro, SIA, Fercal e Arniqueira.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação