Cidades

Festa no DF com teste de covid na entrada gera críticas até de Marquezine

Festa de aniversário em Brasília foi criticada porque testes rápidos não são precisos e convidados ficaram sem máscara. Outro evento, de influencer, também foi alvo de críticas

Maria Eduarda Cardim, Sarah Peres, Roberta Pinheiro
postado em 20/06/2020 16:34
Festa de aniversário em Brasília foi criticada porque testes rápidos não são precisos e convidados ficaram sem máscara. Outro evento, de influencer, também foi alvo de críticasDuas comemorações de aniversário nessa sexta-feira, em Brasília, tiveram repercussão negativa na internet, merecendo críticas até de celebridades como Bruna Marquezine. A razão: os participantes não usavam máscaras e não respeitavam o distanciamento social.

Chamou mais atenção ainda o fato de um dos eventos realizar testes rápidos para covid-19 na entrada. Esse tipo de exame, porém, não garante que as pessoas testadas estão livres do novo coronavírus. Em fotos publicadas no Instagram, é possível notar que as únicas pessoas de máscara eram as profissionais de saúde, paramentadas com equipamentos de proteção individual (EPIs).

[SAIBAMAIS] No Twitter, um dos vídeos de maior repercussão, com mais de 11 mil retuítes e mais de 31 mil curtidas, mostra uma convidada chegando à comemoração e filmando profissionais prontos para a aplicação do teste rápido. "Só entra com o teste negativo", afirma na gravação.
Ver essa foto no Instagram

Deixa eu resumir brasilienses do Lago Sul (área %u201Cnobre%u201D do DF) pra vocês...

Uma publicação compartilhada por Keeping Up Project (@keepingupproject) em

[VIDEO2]
[VIDEO4]

Bruna Marquezine, que retuitou o vídeo, criticou a atitude. "E o teste de bom senso? E o de falta de vergonha na cara?", questionou.
[VIDEO3]

Convidada diz que foi jantar intimista

"Foi um jantar totalmente intimista. Não tinha muitas pessoas, dava para contar nos dedos das mãos", afirmou, ao Correio, uma das pessoas que estavam presentes na comemoração, mas que preferiu não se identificar nem revelar o nome da amiga anfitriã.

A convidada esclareceu ainda que outras medidas de segurança foram tomadas. Ela descreveu que quem chegava esperava cerca de cinco minutos para realizar o teste. Ninguém testou positivo, segundo ela, e todos higienizaram a sola dos sapatos e passaram álcool em gel nas mãos.

"Ninguém furou a quarentena. Nós já estamos saindo de casa (devido ao trabalho). Estou trabalhando, já voltei a trabalhar. Saio todo dia pela manhã de casa e volto só no fim do dia. Nós temos muito respeito pelo que está acontecendo no mundo. Todos os cuidados estão sendo tomados, mas a vida está seguindo. Era o aniversário dela e fizemos um jantar para poucas amigas".

Por fim, a convidada confessa que a publicação do vídeos do teste rápido foi infeliz. "Soou como um deboche, mas o intuito não foi esse".

Influenciadora também repercute

A segunda festa que ganhou repercussão nas redes sociais foi a da influenciadora e jornalista Flay Leite. Ela reuniu as amigas para celebrar os 29 anos em uma casa no Lago Sul ; primeira região a despontar com o maior número de casos do novo coronavírus na capital federal.
Influenciadora e jornalista Flay Leite realiza festa de aniversário em Brasília

Como de constume, ela compartilhou em seu perfil no Instagram os detalhes da celebração e, nos registros, os internautas destacaram a ausência das máscaras de proteção e a aglomeração. Questionada pelo Correio, a influenciadora informou que esteve com 15 amigas para comemorar o aniversário. "Todas fizeram o teste no hospital antes da reunião. Tomei todos os cuidados necessários", argumentou.
Festa de aniversário em Brasília foi criticada porque testes rápidos não são precisos e convidados ficaram sem máscara. Outro evento, de influencer, também foi alvo de críticas

Sobre os funcionários, que apareceram nas fotos, também sem máscaras ou qualquer proteção, Flay respondeu que metade deles era da casa e todos seguiram o protocolo. "Sou jornalista e não influenciadora, assim como vocês, também estou engajada na causa. Se todos fizeram exames e não estavam com covid-19, não tinha a necessidade de usar máscara. Nunca colocaria a vida das minhas amigas que amo e dos meus funcionários em risco! Obrigada", concluiu.
[VIDEO5]

Até a repercussão do caso nas redes sociais, constava no perfil da influenciadora que ela era colunista de um veículo de comunicação brasiliense. Em nota publicada no Instagram, o portal informou que não possui vínculo com Flay Leite desde novembro de 2019.

"Gostaríamos de reforçar que o portal não compactua com situaçoes que descumpram as recomendaçoes de distanciamento social e segurança recomendadas pelas autoridades locais. Desde abril, a empresa se sensibiliza com a causa e tem se empenhado enormemente em atender a demanda de comunidades vulneráveis por meio da @gpsfoundation. E continuaremos nossa missão, nos comportando como veículo de comunicação e como cidadãos éticos. Ressaltamos também que toda a equipe do GPS Media está em trabalho remoto desde o dia 18 de março. E seguirá até que a pandemia não seja mais uma ameaça", informa a nota.
[VIDEO6]

Recomendações ignoradas

Em uma portaria publicada nesta sexta-feira (19/6), o Ministério da Saúde faz recomendações de cuidados gerais a serem adotados pela população. Um deles é para que se evite situações de aglomeração. A pasta também indica manter a distância mínima de um metro entre pessoas em lugares públicos e de convívio social". Além disso, o documento recomenda que se deve "usar máscaras em todos os ambientes".

Desde o início do período de distanciamento social, alguns casos de festas que ignoraram o isolamento ganharam repercussão. O de maior destaque foi o da influenciadora Gabriela Pugliesi. Depois de ser uma das primeiras famosas a contrair o novo coronavírus e expor a doença e o processo de recuperação nas redes sociais, Pugliesi reuniu, em abril, meia dúzia de amigos em casa para comer e beber.

No Instagram, ela divulgou várias fotos com os convidados e, posteriormente, apagou as imagens. A festa teria ocorrido para celebrar o retorno de Mari Gonzalez, ex-Panicat, depois que saiu do BBB20. A postura da influencidora rendeu inúmeras críticas, inclusive de famosos como Tatá Werneck, e também o rompimento de contratos de trabalho.

Registros de festas e aglomerações em meio à pandemia do novo coronavírus foram feitos em várias cidades brasileiras. Também em abril, uma festa, em Lagoa Santa, na Grande BH, em Minas Gerais, aglomerou mais de 50 pessoas ao som de funk e pagode. No início de maio, o Correio publicou imagens de um grupo de pessoas se reunindo em embarcações no Lago Paranoá e desrespeitando as orientações dos órgãos de saúde.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação