Cidades

Advogado baleado por deputado consta como beneficiário de auxílio de R$ 600

Helvídio Nunes de Barros passou por cirurgia no pé no Hospital de Base e passa bem

Jaqueline Fonseca
postado em 04/07/2020 12:16
Helvídio Nunes de Barros passou por cirurgia no pé no Hospital de Base e passa bemHelvídio Nunes de Barros Neto tem 39 anos é empresário, advogado e membro da Comissão de Trânsito da OAB/DF. De acordo com o Currículo Lattes, também é assessor, professor e jornalista. Autor de livros e com experiência como motorista e jogador profissional de Poker.

Ele levou um tiro no pé e foi hospitalizado após uma confusão com o deputado estadual Alexandre Knoploch (PSL-RJ) na manhã desta sexta-feira (3/7), na 408 Sul. Segundo a nota divulgada pela assessoria do deputado, o parlamentar ;foi vítima de uma agressão covarde, quando saía de um restaurante. Ao deixar o estabelecimento, recebeu socos pelas costas e foi derrubado no chão. Para paralisar seu agressor, desferiu um tiro em seu pé. De acordo com o relatado pelo agressor após o incidente, o deputado foi confundido com outra pessoa.;

Em consulta ao Portal da Transparência nesta sexta, o Correio verificou que o nome de Helvídio Neto consta como beneficiário do Auxílio Emergencial, oferecido pelo Governo Federal para população vulnerável.

A Caixa Econômica Federal, responsável pelo pagamento do auxílio, foi procurada, mas ainda não se manifestou. Já o advogado de defesa de Helvídio Neto, Thiago Leônidas, disse que desconhece o fato.

O fato de o nome de Helvídio Neto constar no banco de dados de beneficiários não significa que ele tenha fraudado o Auxílio Emergencial. Nada impede que o CPF dele tenha sido usado por terceiros para solicitar o auxílio. Só no mês de maio, a Controladoria Geral da União (CGU), que investiga e acompanha pagamento dos benefício em todo país encontrou mais de 395 mil fraudes com CPFs de agentes públicos incluídos no cadastro. ;Há a possibilidade de que o CPF tenha sido inserido como solicitante do auxílio de forma indevida por outra pessoa;, afirma o órgão.

Baleado após confusão com deputado

Helvídio Neto foi socorrido e encaminhado ao Hospital de Base após ser baleado pelo deputado Alexandre Knoploch. O advogado dele, Thiago Leônidas, disse que o cliente responde bem a uma cirurgia no pé. Segundo informou, o tiro acertou um ligamento e por isso os médicos acreditam que, como sequela do tiro, pode haver um encurtamento de um dos dos dedos.

Questionado sobre a dinâmica do ocorrido ou a relação do advogado com o deputado, a defesa não quis dar detalhes. Disse apenas que informou que as duas partes estão entrando em consenso e farão uma divulgação conjunta.
A 1; Delegacia de Polícia (Asa Sul) investiga o caso.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação