Cidades

Antes de atirar em advogado, deputado se divertia com a vítima no bar

Agentes da Polícia Civil recolheram as filmagens na tarde desta sexta-feira (3/7). O deputado, que também é empresário, veio a Brasília para uma reunião do partido e para tratar de pautas do Estado do Rio de Janeiro no Congresso Nacional

Darcianne Diogo
postado em 03/07/2020 22:01
Deputado Alexandre Knoploch (PSL-RJ)Imagens registradas por câmeras de segurança de um restaurante podem ajudar a polícia a elucidar o episódio envolvendo o deputado estadual do Rio de Janeiro Alexandre Knoploch (PSL). Ele atirou no pé de um advogado, em frente a um bar na 408 Sul, na madrugada de sexta-feira (3/7), e alega legítima defesa. Agentes da Polícia Civil recolheram as filmagens de um estabelecimento próximo nesta tarde.

O Correio apurou que, antes da desavença, os dois se divertiam juntos dentro do estabelecimento, onde há suspeita de que ocorria uma festa clandestina, já que o funcionamento de bares e restaurantes no Distrito Federal está proibido. O advogado baleado passou por cirugia no Hospital de Base.

O deputado, que também é empresário, veio a Brasília para uma reunião do PSL e para tratar de pautas do estado do Rio de Janeiro no Congresso Nacional. Investigações apontam que ele se desentendeu e acertou o pé da vítima, após levar um soco no rosto. A confusão aconteceu por volta de 5h desta quinta-feira (2/7), e o caso está sendo investigado pela 1; Delegacia de Polícia (Asa Sul).


Testemunhas falam de festas no local

A reportagem esteve no bar e conversou com o proprietário. Ele negou que a casa estivesse aberta para clientes e disse que só atender por delivery ou para retirada no local, seguindo as regras impostas pelo decreto do GDF durante a pandemia. Contudo, pessoas que trabalham próximo ao estabelecimento relataram que, há pelo menos duas semanas, o ponto funciona normalmente.

"Na porta, tem dois seguranças que ficam controlando o fluxo dos clientes. Eles colocam, ainda, uma cortina preta para ninguém ver o movimento lá dentro", afirmou um funcionário que trabalha em um restaurante ao lado do bar. Ele disse, ainda, que quando chegou para trabalhar, às 17h, desta quinta, encontrou a cápsula da bala no chão. "Havia muita movimentação na rua e os policiais estavam fazendo a perícia."

Por meio de nota, Knoploch disse que foi vítima de ;uma agressão covarde;, quando saía do restaurante, e que teria levado um soco pelas costas antes de cair. De acordo com o texto, ;para paralisar seu agressor, desferiu um tiro em seu pé;. A assessoria do deputado ainda afirmou que ele nega a versão de que se divertia no bar com o advogado, ressaltando que Alexandre foi agredido por um desconhecido.
O deputado estadual já se envolveu em outros episódios de violência e, no ano passado, deu um soco em um estudante da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), após um debate sobre cotas raciais que acabou em bate-boca.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação