Cidades

'Tira casaco': Indefinição sobre reabertura no DF vira piada na internet

Justiça derrubou liminar que impedia GDF de reabrir escolas, bares, restaurantes e salões. Idas e vindas confundiram internautas

Correio Braziliense
postado em 10/07/2020 12:45
 (foto: Wanderlei Pozzembom/CB/D.A Press)
(foto: Wanderlei Pozzembom/CB/D.A Press)
Comércio fechadoO governador Ibaneis Rocha (MDB) decretou a reabertura. A Justiça proibiu. O GDF conseguiu derrubar a liminar que impedia a decisão de reabrir... Nos últimos dias, foram tantas idas e vindas em relação à situação de escolas, bares, restaurantes e salões de beleza no Distrito Federal que parte da população chegou a se sentir confusa.

Apesar da importância, dado o impacto na vida dos brasilienses, a queda de braço entre Executivo e Judiciário não escapou do bom humor dos internautas, que usaram as redes sociais para brincar com o tema. Entre as publicações, há referências ao filme Karate Kid (do "tira casaco, bota casaco") e ao desenho Pica-Pau.
Gif do desenho Pica-Pau: Uma mulher, identificada como GDF, bate na cabeça de um homem, identificado como Justiça. No meio, em uma janela, o Pica-Pau, identificado como covid-19, passa a panela de um para o outro
Vale destacar que, agora, o GDF está autorizado a reabrir os estabelecimentos (mas isso pode mudar a qualquer momento).
[VIDEO1]
[VIDEO2]
[VIDEO3]
[VIDEO4]
[VIDEO5]
[VIDEO6]

Linha do tempo

11 de março
; O Decreto n; 40.509 suspendeu as aulas das redes pública e privada. Também proibiu eventos, como shows e competições esportivas. Bares e restaurantes devem manter distância de dois metros entre as mesas

18 de março
; O de n; 40.529 fechou parques, zoológico, casas noturnas e suspendeu atendimento ao público em shoppings

19 de março
; O de n; 40.539 suspendeu, até 5 de abril, atividades em bares, restaurantes, lojas de conveniência e afins, podendo funcionar apenas por delivery. Proibição de cultos, missas e eventos religiosos

23 de abril
; O de n; 40.648 determinou o uso obrigatório de máscaras no DF, medida válida a partir de 11 de maio

16 de maio
; O de n; 40.777 autorizou a reabertura de lojas de roupas, calçados, extintores e serviços de corte e costura

22 de maio
; O de n; 40.817 liberou a reabertura de shoppings e boa parte dos estabelecimentos comerciais, sob horário restrito

30 de maio
; O de n; 40.847 autorizou a reabertura dos parques, assim como cultos, missas, e rituais religiosos

3 de junho
; O de n; 40.851 libertou atividades culturais coletivas em estacionamentos, desde que as pessoas permaneçam nos veículos

14 de junho
; O de n; 40.882 autorizou a reabertura de feiras permanentes, feiras livres, feiras populares e afins, a partir de 17 de junho

26 de junho
; O de n; 40.924 declarou estado de calamidade pública no Distrito Federal

2 de julho
; O de n; 40.939 liberou toda atividade comercial, industrial e educacional presencial. Academias, salões de beleza, barbearias, esmalterias e centros estéticos também foram autorizados a funcionar a partir de 7 de julho; bares e restaurantes, a partir de 15 de julho; e escolas, a partir de 27 de julho

8 de julho
; Suspensão do Decreto n; 40.939 e vigência do de n; 40.817. Por decisão liminar da Justiça do DF, foi determinada a suspensão de atividades educacionais presenciais, academias, salões de beleza, barbearias, esmalterias e centros estéticos, além do retorno de bares e restaurantes

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação