Cidades

Programa Emprega DF pode ajudar a criar 60 mil vagas de emprego até 2023

Secretário de Desenvolvimento Econômico afirma que serão 10 mil vagas só em 2020

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 10/07/2020 17:20
 (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Segundo José Eduardo Pereira Filho, 40 mil vagas serão criadas com as empresas que já aderiram ao Emprega DFA Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) espera criar 60 mil empregos no Distrito Federal até 2023. O secretário da SDE, José Eduardo Pereira Filho, afirma que vai criar os postos de trabalho com o programa Emprega DF, operado em conjunto com a Secretaria de Economia. A taxa de desemprego total do Distrito Federal aumentou, em comparação ao ano passado, em 0,9%, segundo pesquisa realizada pela Companhia de Planejamento (Codeplan).

O Emprega DF é um programa que dá benefícios tributários a empresas em troca da manutenção dos postos de trabalho. O secretário da SDE afirma que, até 2023, vai criar 40 mil vagas de emprego com as empresas que já aderiram ao programa.

[SAIBAMAIS];Em um ano de existência, o Emprega DF implantou, pelo menos, dez empresas de diversos segmentos econômicos, desde aço, bebidas e embalagens até o ramo de fármacos. Somente com estas dez empresas a perspectiva é gerar 40 mil novas vagas de emprego no DF, isto está previsto em contrato a partir do desconto no ICMS que as empresas vão receber caso gerem esse número de empregos de forma escalonada até 2023;, explicou Pereira Filho.

Ele disse ainda que a Secretaria, em outra ação, fez um acordo com o Grupo Mafra para gerar 20 mil postos de emprego nos próximos quatro anos, totalizando 60 mil vagas até 2023. Somente este ano, o secretário afirma que serão 10 mil vagas de emprego.

Para confirmar que esse cenário vai se concretizar, as secretarias acompanham as empresas. ;Todos os cenários são acompanhados por um comitê formado entre as secretarias de Desenvolvimento Econômico e de Economia;, disse Pereira Filho. Além do Emprega DF, o secretário ainda destacou o Desenvolve DF e o Procidades.

O objetivo do Desenvolve DF é desburocratizar a geração de empregos com a regularização de situações pendentes, a determinação do cumprimento dos contratos. Já o Procidades utiliza recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para revitalizar as Áreas de Desenvolvimento Econômico (ADEs).

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação